PUBLICIDADE
Jornal

Desdobramentos. Delação premiada rendeu novas operações

13/05/2017 17:00:00

 
A delação premiada do ex-presidente da Transpetro, Sergio Machado, foi base para pelo menos duas novas operações da Polícia Federal que investigam casos de corrupção envolvendo dinheiro público.


A Operação Leviatã, que é desdobramento da Operação Lava Jato, foi deflagrada em fevereiro deste ano pela Polícia Federal e tem o filho do senador Edison Lobão (PMDB-MA), Marcio Lobão, como um dos principais investigados.


A operação se volta sobre o recebimento de propina na construção da hidrelétrica de Belo Monte, no Pará. O nome do parlamentar foi citado por Sergio Machado como beneficiário de propina na Petrobras.


Em abril deste ano, foi a vez da Polícia Federal cumprir mandados da Operação Satélites. O principal alvo foi o advogado Bruno Mendes, que é ligado ao senador Renan Calheiros (PMDB-AL), delatado por Machado. Houve busca e apreensão no local. A ex-assessora do senador Romero Jucá (PMDB-RR), também na delação do cearense, teve a casa visitada pela PF em busca de informações, além de Um assessor do ex-presidente José Sarney.


A operação apura malfeitos na Transpetro com as empresas NM Engenharia e NM Serviços. O desdobramento da investigação teve com base depoimentos de Sérgio Machado na delação premiada. (Wagner Mendes)

TAGS