VERSÃO IMPRESSA

Cenário do editor. O que será destaque na semana

17:00 | 25/03/2017

ECONOMIA


Goela abaixo

Desde que a operação Carne Fraca, da Polícia Federal, foi deflagrada, 22 países impuseram restrições ao produto brasileiro. Só os exportadores de frangos e suínos contabilizam perdas US$ 40 milhões no período, ou 22% do que era esperado em embarques. Os números devem crescer. E, como credibilidade é um prato que se come frio, a reversão não será simples. Os concorrentes aproveitarão o flanco aberto pelo Brasil.
 

Num mercado que soma US$ 13,6 bilhões em vendas anuais externas, o Governo tenta estancar a sangria, que pode prejudicar o caixa público e a recuperação da economia. Ou seja, o prejuízo será empurrado goela do contribuinte/consumidor abaixo. Já não bastasse carne estragada.
 

Nathália Bernardo
Editora-adjunta do Núcleo de Negócios 

 

ESPORTES


Futebol ruim, borderôs fracos
Entre os objetivos das mudanças aplicadas no regulamento do Campeonato Cearense 2017 estava a melhora significativa da presença de público. Passadas 49 partidas - 45 da primeira fase e mais quatro de ida das quartas de final - a situação não é boa. A média registrada é de apenas 2002 torcedores pagantes por jogo. Não por acaso os prejuízos nos borderôs são constantes e clubes pagam para entrar em campo.
 

Nas semifinais e finais que se aproximam, com partidas decisivas, os números vão aumentar, mas nada relevante a ponto de mudar a tendência histórica da casa dos dois mil pagantes por encontro. O torcedor, longe de ser bobo, não se deixa enganar por um futebol ruim, partidas sem importância, insegurança e falta de transporte adequado.
 

Fernando Graziani
Editor-chefe do Núcleo de Esportes 

TAGS