VERSÃO IMPRESSA

São Francisco. Água deve chegar em oito meses

01:30 | 18/01/2018

O site do Ministério da Integração Nacional, responsável pela transposição do Rio São Francisco, informa que os três trechos do Eixo Norte (que trará água para o Ceará) estão com 92,47%, 99,5% e 98,4%. A previsão é que chegue água no primeiro semestre. O POVO apurou, porém, que só deverá aportar daqui oito meses. 

O volume que virá do rio não será capaz de encher o Castanhão - o maior açude do Brasil e América do Sul para múltiplos usos. “Só deve repor o que sai do açude diariamente”, diz Fernando Andrade, coordenador do reservatório (Dnocs).  

Já o secretário Francisco Teixeira (SRH) indica que “a ideia é, chegando a água, manter o Castanhão no nível mínimo como se fosse um caixa de passagem”. Sobretudo para estação de bombeamento que traz água pra Fortaleza. Teixeira acredita que, para enchê-lo, “só uma quadra chuvosa excepcional”.  

Voltar ao volume máximo dependerá da ocorrência de evento extremo. Para o ex-secretário de Recursos Hídricos do Ceará, Hypérides Macedo, poderá “ser numa noite ou cinco dias. Quem determinará é a intensidade de chuvas no rio Jaguaribe”, resume.  

 

TAGS