VERSÃO IMPRESSA

Ceará teve 11 toneladas de cabos furtados em 2017

01:30 | 06/01/2018
[FOTO1]

A sexta-feira foi de falta de energia elétrica em três pontos dos bairros Jóquei Clube e João XXIII. Cabos da rede elétrica foram furtados nestes locais, gerando queda de energia e transtornos para os moradores. A prática criminosa volta a ocorrer após se tornar mais recorrente em 2017. Até o mês de dezembro do ano passado, 11 toneladas de fios foram subtraídos, o que representa 57 km da rede de distribuição da Enel. O número é exatamente o dobro do registrado em 2016, quando ocorreu o furto de 5,5 toneladas e
29 km de fios.


Na rua Aguapé, no Jóquei Clube, os moradores amanheceram sem energia elétrica em razão disso. Moradores escutaram um barulho por volta das 3 horas da madrugada e viram um grupo de quatro homens fugindo em um carro branco. Segundo os próprios funcionários da Enel que faziam os reparos, o furto de fios tem se tornado rotineiro nos últimos dias. O serviço foi restabelecido ainda pela manhã.



Prejuízo


A corretora de moda, Guirlanda Almeida, de 43 anos, enfatizou que a situação gera prejuízo aos moradores. “Minha irmã tem uma confecção que funciona aqui. Hoje já não funcionou pela manhã”, relata.


De acordo com a Enel, além dos prejuízos financeiros, o furto de cabos implica ainda em riscos de acidentes, curtos-circuitos e queima de aparelhos. O órgão afirma ainda que 57 prisões foram efetuadas em 2017 pela Polícia Civil em decorrência deste tipo de crime, que pode resultar em pena de um a oito anos de reclusão.


Como medida preventiva, a Enel afirma em nota que realiza ações como: inspeções sistemáticas nas medições, construção de redes elétricas antifurto e aquisição de medidores com tecnologias mais modernas.

 

Serviço

 

Furto de cabos


Para denunciar ou alertar gratuitamente à Enel casos de furtos de fios da rede elétrica por meio do telefone 0800 285 0196. As ligações podem ser feitas de todo o Ceará 24 horas por dia.

TAGS