VERSÃO IMPRESSA

Defensora toma posse em ato popular no Conjunto Palmeiras

01:30 | 15/12/2017

[FOTO1]

 

Reconduzida ao cargo de titular da Defensoria Pública do Estado para o biênio 2018-2019, Mariana Lobo tomou posse ontem destacando a necessidade de o órgão ampliar a atuação. Para ela, o maior desafio é expandir o serviço no Interior. “Hoje, a Defensoria Pública só chega a 30% do Estado”, citou.


No evento, que foi a primeira posse popular da instituição, Meirilane Coelho foi empossada como ouvidora externa da Defensoria. O ato foi legitimado pela sociedade civil e por movimentos sociais, no bairro Conjunto Palmeiras, fora de ambientes oficiais.


“Decidimos por fazer a posse popular para que pudéssemos reafirmar o papel da Defensoria Pública e para a população reconhecer quem trabalha na garantia dos direitos dela”, destacou Mariana.


Meirilane aproveitou o momento da posse e a presença de representantes do Ministério Público e do Poder Judiciário para cobrar aproximação deles com a sociedade.


Na cerimônia, Darcilia Lima, presidente da Associação dos Moradores do Conjunto Palmeiras, entregou um ofício à vice-governadora, Izolda Cela, e à defensora geral cobrando esgoto no bairro. O pedido é que o direito básico entre no projeto Juntos por Fortaleza, série de investimentos fruto de parceria entre o Governo e a Prefeitura.


“O esgoto do Conjunto Palmeiras custa R$ 2 milhões”, solicitou Darcilia. O valor citado pela líder do bairro equivale a 1% do previsto para o Juntos Por Fortaleza. (Ítalo Cosme/Especial para O POVO)

ADRIANO NOGUEIRA

TAGS