VERSÃO IMPRESSA

Vetmóvel realizará castrações de animais abandonados em Fortaleza

01:30 | 19/10/2017

 

Animais que vivem em espaços públicos de Fortaleza serão castrados. A medida será a primeira tomada pela recém-criada Coordenadoria Executiva de Proteção e Bem-Estar. Ontem, o prefeito Roberto Cláudio (PDT) empossou gestores e técnicos do órgão, liderado pela ex-vereadora Toinha Rocha.

 

“Toda a rede protetora dos animais deseja que a Prefeitura estimule essa rede de castração”, ressaltou o prefeito. Segundo ele, as ações começam com o projeto itinerante Vetmóvel, um veículo do Município que oferta serviços veterinários. Para o próximo ano, o projeto deve ser ampliado. “Queremos firmar convênios com clínicas veterinárias em comunidades para que elas possam democratizar o acesso à castração”, disse.


De acordo com ele, novos cachorródromos serão implantados em praças públicas. Atualmente, há seis equipamentos do tipo na Capital. “Queremos aumentar esses espaços de convivência entre humanos e animais”, adiantou. Roberto Cláudio anunciou ainda a instalação, ao lado do Abrigo São Lázaro, de uma clínica veterinária popular. Segundo Toinha, as obras devem ser concluídas até o fim do próximo ano. E o dinheiro arrecadado nas consultas será revertido ao abrigo.


Conforme a ex-vereadora, hoje, técnicos e representantes de entidades de proteção animal vão se reunir para traçar ações da Coordenadoria. Ela adiantou que a prioridade será decidir os locais por onde o Vetmóvel irá circular. Parque Adahil Barreto e Polo de Lazer da Sargento Hermínio estão entre os mais cotados. “Depois de castrar todos, vamos sinalizar o local para que possamos identificar quem abandona os animais”.

ADRIANO NOGUEIRA

TAGS