PUBLICIDADE
VERSÃO IMPRESSA

Sem feira, rua José Avelino e entorno vivem feriado tranquilo

01:30 | 13/10/2017
Galpões fechados, vendedores ambulantes ausentes e movimento fraco na rua José Avelino durante o feriado de ontem. Às quintas-feiras, o comércio popular normalmente se estende da madrugada e segue até o meio-dia. Não foi o que ocorreu ontem, na primeira quinta após a entrega das obras de requalificação, concluídas no fim da última semana. Apenas fiscais, agentes de trânsito e guardas municipais estavam na área de comércio. Alguns compradores saíram frustrados.

 

O cenário foi bem diferente do observado no último domingo, 8, quando o movimento de ambulantes resultou em conflitos com fiscais da Prefeitura, conforme publicado pelo O POVO. Os agentes insistiam na retirada de ambulantes que ofereciam mercadorias no entorno da José Avelino.

Ontem, cerca de 20 fiscais estavam espalhados pela área de comércio. O segurança Sebastião Francisco de Lima, 48 anos, que toma conta de um dos galpões da rua, disse que os comerciantes não abriram pela manhã em razão do feriado. “O movimento já estava fraco ontem (quarta-feira) à noite. Tudo fechou por volta das 22 horas”, disse. Segundo ele, a maior fiscalização afastou os ambulantes da área. “Intimida, né?”.

Para a auxiliar de escritório Elizabete Cunha, 35, a queda de movimento já é uma reação à presença dos fiscais. “Normalmente, isso estaria cheio de barraca mesmo com os galpões fechados”, disse a compradora.

Mesmo sem movimentação, os fiscais ainda apreenderam as mercadorias de três ambulantes que tentavam comercializar ainda no início da manhã. De acordo com Marcelo Pinheiro, superintendente da Agência de Fiscalização de Fortaleza (Agefis), o controle da área é feito nos dias de feira (de sábado para domingo e de quarta para quinta-feira) por cerca de 80 pessoas, entre fiscais, agentes de trânsito e guardas municipais.

Segundo ele, os ambulantes mudaram de estratégia. Agora, não instalam mais as barracas, mas tentam expor os produtos nas calçadas, se passando por compradores. “A gente agora utiliza equipes que ficam circulando no entorno da feira, tentando localizar essas pessoas. Isso garante maior vigilância e ostensividade”, garante. (Rômulo Costa)

 

Para entender

A Prefeitura concluiu no dia 6 a obra na José Avelino e na avenida Alberto Nepomuceno, iniciada em março deste ano. A área recebeu nova pavimentação, iluminação e paisagismo. As calçadas também foram readequadas.

O trabalho começou após a retirada de feirantes da área. A remoção gerou confrontos com a Guarda Municipal e a PM. Eles reivindicavam a permanência do comércio informal do entorno da José Avelino.