PUBLICIDADE
Jornal

Jangurussu é o bairro onde mais se morre em Fortaleza

11/10/2017 01:30:00

Entre os cinco bairros mais miseráveis, o Jangurussu concentrou maior número absoluto de homicídios entre a população geral e os adolescentes, de janeiro a agosto deste ano, em Fortaleza. Ao todo, 72 pessoas foram mortas na região, sendo 19 adolescentes.

No mesmo período de 2016, foram 19 adultos e oito adolescentes. Houve aumento de 279% nas ocorrências.


Segundo levantamento do Instituto de Pesquisa e Estratégia Econômica do Ceará (Ipece) mais recente (2012), o Jangurussu abriga população de 50.479 pessoas. Dessas, 5.511 (10,92%) vivem na extrema pobreza.

O bairro aparece em quinto no ranking da pobreza realizado pelo órgão, que é encabeçado pelos bairros Manuel Dias Branco, Conjunto Palmeiras, Presidente Vargas e Siqueira, nesta ordem. Coordenador do Escritório do Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef) no Ceará, Rui Aguiar destaca, porém, que o vínculo das comunidades com a violência não se faz pela pobreza, mas pela desigualdade.

 

“Algumas sociedades são mais pobres que a brasileira e são menos violentas que a nossa. Sociedades desiguais é que têm índices de violência semelhantes. Esse fenômeno atinge, sobretudo, a população jovem, e o caminho para enfrentar isso é a prevenção e a criação de políticas públicas para adolescentes e juventudes. Precisamos oferecer oportunidades para competir com as propostas do tráfico. A violência só vai reduzir na medida em que se avança na política de direito na infância e juventude”, aconselha. (Thiago Paiva)



Adriano Nogueira

TAGS
NULL