PUBLICIDADE
Jornal

Família é procurada em caso de falta

16/10/2017 01:30:00

Para resgatar crianças e adolescentes que estão fora da escola, as secretarias da educação do Ceará e de Fortaleza atuam de forma integrada e com estratégias semelhantes. No Município, que costuma “perder” alunos nas séries finais do ensino fundamental 2, além das visitas às famílias e da busca aos que nunca foram matriculados na rede, precisou ser melhorado o sistema de acompanhamento da frequência.


Agora, sistema que registra diariamente quantos alunos frequentaram e quantos não frequentaram as aulas. “A partir de uma falta, tem de dar o registro”, explicou Iracema Frota, gerente de dados educacionais da SME.

A partir da falta, é feito contato telefônico com a família. Se não houver retorno, tenta-se contato por escrito. “Não teve êxito, passa pra visita familiar e, depois, pro Conselho Tutelar. Pra não deixar que se configure o abandono”.

Adriano Nogueira

TAGS
NULL