VERSÃO IMPRESSA

Em meio a crise, Dnocs chega aos 108 anos

01:30 | 21/10/2017
[FOTO1]

O Departamento Nacional de Obras contra as Secas (Dnocs) completa hoje 108 anos enfrentando esvaziamento e com dúvidas sobre o futuro. Ontem, durante solenidade de encerramento das comemorações de aniversário, em Fortaleza, o diretor geral do órgão, Angelo José de Negreiros, afirmou que, como o quadro de pessoal é antigo, caso não haja a contratação de novos servidores, o órgão “deixará de existir” dentro de dois anos. O motivo são as aposentadorias dos atuais funcionários.


A crise do Dnocs acontece enquanto a região Nordeste ainda sofre os efeitos de cinco anos de seca (2012-2016), a mais prolongada já registrada.


O momento se torna ainda mais delicado devido à proximidade da conclusão das obras de transposição de águas do rio São Francisco. Negreiros explica que o Dnocs está envolvido com o projeto na parte das barragens e considera que poderia ter participação mais ativa, pela experiência da instituição em ações no Semiárido.


Na solenidade de encerramento das comemorações, ontem, foram homenageadas 31 pessoas que contribuíram para a história do departamento. (Marcela Benevides/Especial para O POVO)

ADRIANO NOGUEIRA

TAGS