PUBLICIDADE
Jornal

MP quer atuar no combate ao Aedes aegypti

02/09/2017 01:30:00
NULL
NULL

[FOTO1] 

O Ministério Público do Estado do Ceará (MPCE) almeja atuar na prevenção da proliferação do mosquito Aedes aegypti e na conscientização social de prevenção a arboviroses. O tema foi discutido durante seminário promovido pelo órgão na manhã de ontem, no auditório da Procuradoria Geral de Justiça, no bairro Dionísio Torres.

 

A proposta é que as comarcas municipais desenvolvam ações de conscientização e audiências públicas. Além de analisar se as prefeituras estão cumprindo as recomendações da Secretaria da Saúde do Estado (Sesa) e estimular o saneamento básico. “Não é sancionar, é fazer uma corrente em todo o Estado voltada para debelar essa epidemia”, disse o procurador-geral de Justiça do Estado, Plácido Barro Rios.


Para ele, a iniciativa pode ajudar na contenção do cenário epidêmico. “É extremamente preocupante analisar o primeiro semestre de 2017. Foram 75 mil casos de arboviroses e 70 pessoas morreram de chikungunya”, citou. (Bruna Damasceno/Especial para O POVO)

Adriano Nogueira

TAGS