PUBLICIDADE
VERSÃO IMPRESSA

Fiéis brasileiros são recebidos por papa Francisco no Vaticano

Em audiência privada, o pontífice ouviu testemunhos durante evento em comemoração aos 35 anos da comunidade Shalom. Francisco cobrou diálogo entre os mais velhos e jovens

01:30 | 05/09/2017
Cerca de 3 mil pessoas da Comunidade Católica Shalom participaram do encontro com papa Francisco. Na foto, o papa com o fundador da comunidade, Moysés Azevedo DIVULGAÇÃO
Cerca de 3 mil pessoas da Comunidade Católica Shalom participaram do encontro com papa Francisco. Na foto, o papa com o fundador da comunidade, Moysés Azevedo DIVULGAÇÃO

 

O papa Francisco defendeu o diálogo entre os jovens e os mais velhos como uma “promessa para o futuro” durante audiência privada com membros da Comunidade Católica Shalom, no Vaticano. O pontífice recebeu homenagens e respondeu a perguntas de fiéis escolhidos, na manhã de ontem. A audiência é parte da convenção Shalom, que acontece em Roma até o próximo sábado, 9, em comemoração aos 35 anos da comunidade. Cerca de 3 mil pessoas participaram do encontro com o papa.

 

“Os jovens necessitam escutar os idosos para ouvir a sabedoria que chega do coração e os impulsiona adiante. Animem-se neste diálogo”, disse o pontífice, quando perguntado sobre o direcionamento para alcançar outras gerações pela fé.

O papa também criticou o narcisismo, deu indicações para a evangelização e escutou testemunhos de pessoas da comunidade criada no Ceará e expandida para outros 30 países.

“Chamado”

O Brasil foi representado pelo cearense Matteus Patrício, de 22 anos, que deu testemunho sobre o abandono das drogas e a participação na comunidade. “Para mim, foi um momento de muita emoção. Foi como um chamado”, descreveu o publicitário.

O papa argentino até brincou com o cearense. “Quem foi melhor: Pelé ou Maradona?”, arrancando risadas da plateia. “Isso é muito bom. Mostra que a Igreja está conectada com a realidade, com a nossa vida. Não é preciso ser, necessariamente, séria e distante”, avaliou o jovem.

Para o padre Rafhael Maciel, da Arquidiocese de Fortaleza e missionário da misericórdia nomeado pelo papa, o encontro é como um estímulo para a evangelização no Estado. “Isso mostra como a nossa terra tem muito a oferecer para a igreja e para a comunidade”, partilhou.

A cearense Verônica Melo, 37 anos, participou do encontro junto com o mardio Salviano Filho, 40 anos. Ela  diz que o clima, durante todo o encontro, foi de emoção. "Eram jovens homenns, mulheres e crianças de diversos países. Quando o papa entrou na ala foi uma grande alegria", comentou a integrante da comunidade Shalom.

 

Multimídia

Assista à íntegra da audiência particular com o papa Francisco

http://bit.ly/2x5SZqw

RôMULO COSTA