PUBLICIDADE
VERSÃO IMPRESSA

Crianças morrem afogadas em açude em Parambu

01:30 | 14/09/2017
Francisca Marliete Souza de Mesquita, de 10 anos, e Jaqueline de Freitas de Oliveira, 11, morreram afogadas na última terça-feira, 12, no açude Recreio, no município de Parambu, a 408 quilômetros de Fortaleza. Elas estavam desacompanhadas e atravessavam o açude em uma canoa.

 

Uma terceira criança também estava na canoa, mas conseguiu nadar e foi socorrida por moradores. As informações são do major do Corpo de Bombeiros, Rômulo Freitas, que comanda a região de Tauá. As crianças foram veladas ontem em uma escola municipal.

Conforme o oficial, a canoa estava furada, velha e, provavelmente, virou. Os pais não estavam no local. O socorro veio da guarnição do Corpo de Bombeiros mais próxima, em Tauá. Os bombeiros iniciaram as buscas com a ajuda da população e os corpos das crianças foram achados.

Segundo o major, o nível de água estava baixo, com no máximo três metros. “As pessoas confiam, mas existem muitas valas que podem ocasionar acidentes. Principalmente com crianças. As buscas foram feitas sem necessidade de cilindro, pelo nível da água”, ressalta.

A recomendação, segundo o oficial, é para que as crianças só utilizem o açude sob a supervisão de um adulto. Aqueles que não sabem nadar devem permanecer em locais com água até o umbigo.