PUBLICIDADE
Jornal

Furtos, vandalismo e missas canceladas em igrejas históricas

Somente a Catedral teve 12 motores de ar-condicionado furtados em quatro meses. Dois deles foram roubados no mesmo dia. Igreja do Carmo colocou grades no entorno da praça e Igreja do Rosário cancelou missa à noite

04/07/2017 01:30:00
NULL
NULL
[FOTO1]

Após receber a eucaristia na Catedral Metropolitana de Fortaleza, a dona de casa Francisca Maria dos Santos, 52, moradora do Centro, se ajoelha para fazer a oração com a bolsa nas mãos. “É pra evitar que o ‘dono’ venha e carregue”, relata a prevenção. Furtos aos materiais da igreja e aos fiéis estão ficando cada vez mais comuns nos templos históricos da Capital. Em quatro meses, 12 motores de aparelhos de ar-condicionado foram furtados da igreja — dois deles no mesmo dia.

[SAIBAMAIS]

A igreja instalou câmeras de segurança no jardim da Catedral, mas parte dos equipamentos foi roubada. O pároco, padre Clairton Alexandrino de Oliveira, conta que os fiéis que vão frequentemente para a paróquia são poucos. A maioria dos visitantes é de turistas ou pessoas de outras igrejas que participam esporadicamente das missas. “A coleta não é suficiente para contratar segurança”, revela.

[QUOTE1]

O jardim em volta da Catedral ainda nem foi inaugurado. A previsão é que a construtora MRV, que fez o paisagismo por meio do projeto Adoção de Praças e Áreas Verdes da Prefeitura, faça o lançamento sexta-feira, dia 7. No entanto, a grama, as flores do jardim e os equipamentos de irrigação já estão danificados, alvos do vandalismo. “É preciso entender que a Catedral é um ponto turístico de Fortaleza, é de toda a Cidade”, lembra o padre.


Outras igrejas no Centro


A Catedral não é o único templo histórico a penar com a falta de segurança no Centro da Capital. A Igreja Nossa Senhora do Rosário, a mais antiga ainda erguida em Fortaleza, suspendeu a missa do fim da tarde justamente por falta de segurança. Agora, o horário da única celebração é às 7h30min. A missa das 17 horas foi cancelada por questões de furtos, e a igreja fecha as portas às 16 horas.


Aberta 24 horas, a Igreja São Benedito, na Avenida do Imperador, contratou serviço de segurança privada. A medida eliminou os roubos e furtos na paróquia.


Cansados de ver, ouvir e ser vítimas de casos de pequenos assaltos, os fiéis da Igreja de Nossa Senhora do Carmo, também no Centro, não quiseram perder tempo. Procuraram a Prefeitura e propuseram comprar o material e o Município arcar com a mão de obra do gradil, colocado no entorno da praça. “Muita gente foi furtada enquanto estava ajoelhada, rezando”, conta a dona de casa Isabel Gonçalves, 42, moradora do Centro. “Agora, a gente pode rezar em paz”, finaliza.


A assessoria de imprensa da Prefeitura informou, em nota, que a Guarda Municipal já atua área do entorno da Catedral Metropolitana com equipes do Ciclopatrulhamento (em bicicletas) e da Proteção Urbana (viaturas). Equipes se revezam 24 horas para realizar a guarda e preservação do patrimônio público do Centro. Além disso, informa a Prefeitura, a área do entorno da Catedral faz parte do cinturão de videomonitoramento online mantido pela Secretaria Municipal da Segurança Cidadã.

 

A Polícia Militar do Ceará informa que o policiamento na região do Centro de Fortaleza, especificamente no entorno da Catedral e nas proximidades do Mercado Central, será reforçado com efetivo de policiais a pé.

 

Ainda conforme o comandante do Centro, Major Otoniel, existe, nas proximidades da Catedral, policiamento realizado com bicicletas e efetivo distribuído a pé nas principais praças da Malha Central. A região é assistida pela 1ª companhia do 5º Batalhão, compondo a Área Integrada de Segurança 4 - AIS4. 

ANGÉLICA FEITOSA

TAGS