PUBLICIDADE
Jornal

Presos suspeitos de extorquir pelo WhatsApp em Tabuleiro do Norte

13/06/2017 01:30:00
Dois homens suspeitos de participação em uma organização criminosa que extorquia comerciantes da zona rural de Tabuleiro do Norte (a 209 quilômetros de Fortaleza) foram presos na manhã de ontem. Muitas das ameaças eram realizadas pelo grupo via WhatsApp. Os presos são João Lúcio das Neves, 44, e Alberto Riccelli Antônio Rebouças, 35. Dez armas foram apreendidas na operação da Polícia Civil com apoio da Polícia Militar.

 

Segundo o comandante da área de Tabuleiro do Norte, major José Rocha de Menezes, pelo menos cinco pessoas do distrito de Olho d’Água foram vítimas da extorsão. Ele afirma que o grupo criminoso buscava fazer o levantamento do poder aquisitivo de alguns comerciantes do distrito e, a partir daí, começava a ligar para as vítimas. Eles ameaçavam matar familiares dos comerciantes e atear fogo nos estabelecimentos, exigindo de R$ 50 mil a R$ 100 mil para não atacar.


De acordo com o titular da delegacia de Tabuleiro, Gutemberg Moreira, foram expedidos seis mandados de busca e apreensão. Um dos objetivos era ter acesso aos celulares dos envolvidos, por causa do uso do WhatsApp. Os celulares devem servir agora para ajudar na identificação do restante da organização. Entre as armas apreendidas havia espingardas e revólveres. (Jéssika Sisnando)

Adriano Nogueira

TAGS