PUBLICIDADE
VERSÃO IMPRESSA

Cinco pessoas são mortas em festa de aniversário em Horizonte

Um automóvel Corolla com aproximadamente quatro homens abriu fogo contra o grupo. Entre as vítimas uma criança de três anos

01:30 | 13/06/2017
Um grupo em um automóvel Corolla abriu fogo contra pessoas que comemoravam um aniversário nas proximidades da Praça da Madame, no município de Horizonte, na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF). Cinco pessoas foram mortas na chacina, sendo duas mulheres, dois homens e um menino de três anos. Pelo menos outras duas pessoas foram baleadas e socorridas.

 

Bruna Viana e Herton Ricardo da Silva foram mortos no local. A criança de três anos, filho de Bruna, ainda foi socorrida à Unidade de Pronto Atendimento (UPA) na Cidade, mas não resistiu aos ferimentos. A quarta vítima é Rafaela Alves Vieira, de 19 anos, que recebeu o primeiro atendimento na UPA e foi encaminhada ao Instituto Doutor José Frota (IJF), mas morreu antes de chegar ao hospital. A quinta vítima é Marcilândio Cavalcante de Sousa, que chegou a ser levado ao IJF, mas morreu na unidade, conforme a assessoria de imprensa do hospital.

O POVO apurou que as vítimas estavam em meio a uma festa de aniversário. Cerca de dez pessoas estavam na comemoração, quando um grupo armado se aproximou da praça já atirando. Segundo o comandante da região, tenente-coronel Gilvan Araújo, o grupo criminoso que estava no Corolla pretendia matar um homem e abriu fogo. Outras pessoas que estavam no local foram atingidas, incluindo a criança.

Os feridos foram socorridos na UPA e, em seguida, foram transferidos para o IJF. Uma mulher de 27 anos, que foi atingida na região cervical, passaria por cirurgia na noite de ontem. Um homem que apareceu posteriormente com um tiro no joelho, foi socorrido e já recebeu alta.

Policia

Após o crime, a Polícia isolou o local para aguardar a Perícia Forense. Equipes do Batalhão de Choque (BPChoque), do Batalhão de Policiamento de Rondas e Ações Intensivas e Ostensivas (BPRaio) e das inteligências da Polícia Militar e Polícia Civil estavam em diligência até o fechamento desta edição. O subcomandante da Polícia Militar do Ceará, coronel Adriano Soares, participou de operação de varredura na área devido à chacina.

 

Profissionais da saúde que atendiam na UPA utilizaram as redes sociais para lamentar as mortes e relataram que houve comoção na unidade hospitalar, principalmente por causa da criança entre as vítimas. Em frente ao posto de atendimento, dezenas de pessoas se aglomeravam. Familiares e amigos de Bruna lamentaram a morte dela e do filho no Facebook.

Mortes

O A última chacina registrada no Ceará aconteceu há dez dias, durante uma comemoração em uma casa de veraneio no Porto das Dunas, em Aquiraz (também RMF). Seis pessoas foram mortas.

 

O relatório de ocorrências da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) contabilizou 32 homicídios no último fim de semana, entre sexta-feira, 9, e domingo, 11. Do total, 30 foram mortes a bala, ou seja, em 93,7% dos casos foram utilizadas armas de fogo.

No domingo, foram registradas cinco mortes em Fortaleza e mais cinco na RMF. Já no sábado, oito casos em Fortaleza e três na RMF. Na sexta-feira foram 11 casos contabilizados, sendo oito na Capital.

No mesmo período, 18 armas foram apreendidas na Capital e RMF, incluindo pistolas, espingardas e revólveres.

 

Números

32 homicídios foram registrados em Fortaleza e RMF de sexta, 9, a domingo, 11

JéSSIKA SISNANDO