PUBLICIDADE
Jornal

1,2 tonelada de maconha é apreendida em casa no Jóquei Clube

É o segundo maior confisco de droga feito por alguma força de Segurança Pública do Estado. Um homem foi preso em flagrante

21/06/2017 01:30:00
NULL
NULL
[FOTO1]

A Polícia Civil realizou a segunda maior apreensão de entorpecentes da história feita por um órgão de Segurança Pública do Estado. Na madrugada de ontem, foi encontrada, em uma casa no bairro Jóquei Clube, 1,2 tonelada de maconha prensada. Responsável pelo recebimento, guarda e distribuição da droga, Nickson Eliandro de Sousa, 20, foi preso em flagrante. O maior confisco realizado pela Divisão de Combate ao Tráfico de Drogas (DCTD) foi em novembro de 2014, quando duas toneladas de maconha foram apreendidas.


A maconha apreendida ontem pela Polícia Civil chegou de caminhão ao Ceará do Paraguai. Após receberem uma denúncia anônima, os agentes da DCTD investigaram os movimentos no imóvel por alguns dias até realizarem a operação.


Nickson foi preso no momento em que saía da casa com 100 quilos de maconha em um carro. Ele foi levado pelos policiais para dentro do imóvel, onde o restante da droga foi encontrado. No interrogatório, ele não deu detalhes sobre quem era o proprietário da maconha apreendida, tampouco informou a identidade de outros membros da quadrilha.


Segundo a DCTD, a conta de energia do imóvel estava no nome de Nickson e somente ele tinha acesso ao imóvel. No entanto, em conversa informal com investigadores, ele revelou que era responsável pela guarda, armazenamento e distribuição da droga. Ele recebia as ordens por telefone de como, quando e onde deveria receber e entregar os entorpecentes. A investigação apontou ainda que a droga serviria para abastecimento de pontos de venda na Capital e no Interior.


Além da droga, foram apreendidos 35 maços de cigarros.


Nickson não tinha antecedentes criminais. Ele respondia a um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) por uma ação de trânsito. “Em relação a outros cearenses envolvidos no esquema propriamente dito, a gente acredita que não haja. Apenas os traficantes que receberiam essa droga e venderiam ao consumidor final. No esquema internacional e interestadual, o elo era o Nickson”, afirmou a delegada Patrícia Bezerra, diretora da DCTD.


Balanço do ano

Com essa apreensão, a DCTD localizou, em 2017, aproximadamente duas toneladas de drogas, contabilizando crack, cocaína e maconha. A última é responsável pela maior quantidade, com 1,97 tonelada confiscada. Neste ano, 168 pessoas foram presas pela divisão, sendo 137 homens e 31 mulheres.

 

Embora significativa, essa não é a maior apreensão de droga já realizada no Ceará. No último dia 7 de maio, a Polícia Rodoviária Federal (PRF) confiscou quatro toneladas de maconha durante uma fiscalização de rotina, no quilômetro 303 da BR-116, na cidade de Jaguaribe. Na ocasião, duas pessoas foram presas.

 

Secretário comemora a ação

O secretário da Segurança Pública, André Costa, comentou no Facebook a operação que apreendeu 1,2 tonelada de maconha. O titular da pasta destacou a investigação criminal e a inteligência policial para ações “que geram consideráveis prejuízos ao crime organizado”.


“É uma área que priorizo enquanto secretário, pois sabemos que muitos roubos e homicídios têm como raiz — claro que analisando o problema apenas do ponto de vista do crime — o tráfico de drogas”, publicou André Costa.

João Marcelo Sena

TAGS