PUBLICIDADE
Jornal

Acusado de matar delegado da Polícia Civil é condenado

20/05/2017 01:30:00
JUSTIÇA

Danilo Andrade de Sousa, 19, foi condenado a 27 anos e sete meses de reclusão pelo crime de latrocínio que vitimou o delegado da Polícia Civil Audízio Santiago, em 15 de novembro de 2016 e por corrupção de menor. A sentença foi definida na última quarta, 17, pelo juiz Ricardo Emídio de Aquino Nogueira, titular da 3ª Vara Criminal de Fortaleza. O condenado deve cumprir pena em regime inicialmente fechado.



Adriano Nogueira

TAGS