VERSÃO IMPRESSA

Designer gráfico esfaqueado em novo ato de violência na orla

Kildare Martins, 23, chegou a ser internado em estado grave após ser esfaqueado no abdômen, mas morreu na noite deste domingo, 9. Episódio volta a chamar atenção para insegurança na orla da Capital

01:30 | 10/04/2017

Atualizada às 7 horas

[FOTO1]

Kildare Martins Rufino, 23 anos, morreu após ser esfaqueado em tentativa de assalto na Praia de Iracema. O crime ocorreu por volta das 23 horas de sábado, na avenida Historiador Raimundo Girão, próximo ao Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura. De acordo com a família, a vítima foi internada em coma e na noite do domingo, 9, não resistiu aos ferimentos.


Kildare foi abordado por três homens e, após reagir, foi atingido por facada na região abdominal. Nenhum pertence foi levado. Ele foi socorrido no Instituto Doutor José Frota (IJF). “Ele chegou ao hospital acordado, mas teve hemorragia, perdeu muito sangue. O estado dele é grave. Estamos todos muito tristes e orando muito para ele se recuperar”, afirmou a cunhada Simone Queiroz.


Nas redes sociais, familiares e amigos usam a hashtag #ForçaKildare para pedir orações pela recuperação do designer gráfico. “A hashtag também é para pedir justiça sobre o crime”, diz Simone.


Há pouco mais de um mês, o coopista Augusto Guilherme também foi vítima de assalto seguido de agressão na avenida Beira-Mar. O caso ocorreu em 3 de março, quando Augusto foi abordado por três criminosos ao praticar atividade física.


Em 2015, três pessoas também foram vítimas de assalto seguido de esfaqueamento em menos de 72 horas na região da Praia de Iracema e Beira Mar. As vítimas foram um turista holandês, um turista uruguaio e um fortalezense.


Ações policiais

De acordo com o comandante do Batalhão de Policiamento Turistico (BPTur), tenente-coronel Teófilo Lobo, a Polícia está em diligência para analisar imagens de câmeras de estabelecimentos dos locais para investigar o esfaqueamento contra Kildare Rufino.

 

Por meio de nota, a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social informou que é realizado patrulhamento com policiamento a pé, motorizado e conta com posto de comando avançado com funcionamento 24 horas, na praça Almirante Saldanha.


“Em reunião realizada, no último mês de março, por integrantes da cúpula da SSPDS com representantes da Prefeitura de Fortaleza uma das propostas tratadas é a transferência da sede da Delegacia de Proteção ao Turista (Deprotur) e do BPTur para a área da Praia da Iracema, o que vai fortalecer o policiamento no entorno do Centro Dragão do Mar”, afirmaram.

 

TAGS