VERSÃO IMPRESSA

Acidentes com motos lideram atendimentos no IJF no Carnaval

01:30 | 03/03/2017
O Instituto Doutor José Frota (IJF) divulgou ontem o balanço dos atendimentos realizados durante o Carnaval. Entre a meia-noite do sábado, 25, e as 23h59min da Quarta-feira de Cinzas, 1º, foram 1.114 pacientes admitidos no hospital — 7% a menos do que no Carnaval de 2016. Acidentes envolvendo motocicletas e carros lideraram os números.

 

Durante os cinco dias de folia, foram 155 atendimentos a vítimas de acidentes com motocicletas. As ocorrências envolvendo o modal lideram, apesar da redução de 16,6% em comparação ao mesmo período do ano passado, quando o IJF recebeu 186 pacientes do tipo. Em seguida, acidentes envolvendo automóveis figuraram como o segundo lugar na lista. Foram 78 pacientes, 24% a mais do que em 2016.


Para Helder Pinto, cirurgião e gerente de Urgência e Emergência do IJF, os números traduzem a desobediência às leis de trânsito. “Quase sempre estes acidentes estão relacionados à negligência do condutor, com o excesso de velocidade, direção sob o efeito de álcool e não uso ou uso inadequado dos itens de segurança como capacete e cinto, principalmente no interior do Estado”, citou.


Outro número de destaque no serviço do hospital durante o feriado foi de agressões físicas: 56 casos, mais de 11 por dia. Já pacientes com perfurações por arma de fogo somaram 31 — uma a menos que no ano passado.


O médico explica ainda que a “discreta” diminuição dos números gerais de atendimento na Emergência não significam menor gravidade dos casos. “Consideramos que o resultado esteve dentro da normalidade. Parte dos pacientes não tinha o perfil do hospital e casos menos graves foram encaminhados para a rede secundária”, finalizou. (Lucas Braga/Especial para O POVO).


ADRIANO NOGUEIRA

TAGS