VERSÃO IMPRESSA

CGD apura acidente em aeronave do Ciopaer

01:30 | 17/02/2017
A Controladoria Geral de Disciplina (CGD) requereu a abertura de uma sindicância, em desfavor de um major da Polícia Militar e um subtenente do Corpo de Bombeiros, para apurar o acidente envolvendo a aeronave fênix da Coordenadoria Integrada de Operações Aéreas (Ciopaer). O acidente aconteceu em maio de 2015, no Capuã, em Caucaia (Região Metropolitana de Fortaleza).

 

Segundo a portaria, publicada pela CGD, o acidente aconteceu com o tripulante da aeronave, sargento do Corpo de Bombeiros, Jorge Graça Alcântara Pereira, que descia de rapel por decisão da tripulação. Durante o desembarque, o sargento despencou da aeronave. Ele sofreu múltiplas fraturas. “Durante o procedimento de rapel, ocorreu um embaraço na realização da sequência de ações no lançamento do cabo e, depois, uma repentina troca de funções dos tripulantes, sem a devida autorização do comandante da aeronave”, diz a portaria.


Conforme o documento, o piloto deixou de exercer a autoridade sobre os tripulantes a bordo da aeronave “silenciando-se quanto à intempestiva troca de funções por parte dos tripulantes e permitiu que o procedimento continuasse”. O manual de procedimentos operacionais da Ciopaer não foi cumprido na ação e a conduta feriu “em tese, valores determinantes da moral militar”.

ADRIANO NOGUEIRA

TAGS