PUBLICIDADE
VERSÃO IMPRESSA

Cornoval

2018-02-16 01:30:00

Sexta-feira gorda, fim de expediente, bloco solitário do velho jornalista no bar dos Papudim. “Eu bebo sem compromisso/ É meu dinheiro ninguém tem nada com isso...” De repente, sujeira. Tudo, menos a companhia indesejável de Zé de Goré. Nem bem lastima o inconveniente (cara chato, fofoqueiro) e já o grito de guerra...


- Fala, mói!


- Diz, Zé de Goré!


- Como o povo de lá tão?


- Lá tão bem.


- Lembra do nosso amigo cornovolesco, que fica em casa e a mulher vai sozinha pro Aracati?


- Deixe João do Boi em paz, Zé!


- Deixar eu deixo, mas... Mandei um zap, alertando do perigo: Deixar aquele paquetão brincar o Carnaval sozinha, só sendo um jumento!


- Se eu fosse ele, tinha te mandado pra casa do Chico!


- Mandou nada! Falou que estava acostumado, era assim desde a “jumentude”...


Calangrose

Breve trégua pro jornalista - Zé no banheiro. Ora de dar um Agamemon: inventar que vai em casa pegar a fantasia e voltar na quarta de cinzas. Nem bem lastima a presença inconveniente do fofoqueiro sem futuro...

[QUOTE1] 

- E aí, do jornal?


- Fala, Zé!


- Sabe Goretinha de João Calangro?


- Tá mouca, mouca, né?


- Pior! Um mês sem defecar, inventou de usar um aparelho de surdez e ficou cega.


- Diabeisso, mah?


- Doença rara, “calangrose”.


- Pega?


- Sei não... Sei que ela foi usar óculos e ficou muda.


- Putaria, homi!


- Aprendeu libras e não sente mais o gosto de nada. Pode botar um tição na língua dela, bate nem o centro!


- E o marido?


- Sem querer me meter, João Calangro, pegando o beco, ligeiro Goretinha volta a falar, ouvir, enxergar, sentir... E até obrar!


Senhora dedada

Jeito é se acostumar com Zé de Goré, caba sem futuro, e beber a brahmosa mominamente. Pois ele volta à carga com outra “imbuança”.

- Da imprensa! Sabe Tonha?


- A que é doidinha pra arrumar namorado?


- Tu quer dizer um macho, né?!?


- Sim!


- Tá processando Mané de Zéza!


- Mané? Um cavalheiro?


- Por isso mesmo! E o “processamento” é por “inassédio sexual”.


- Que foi que ele fez?


- Que foi que Mané não fez!


- Que foi que Mané não fez com ela?


- O que o zagueiro Rodrigo da Ponte Preta fez no atacante Tréllez do Vitória.

Se alembra?

Gabrielle Zaranza

TAGS