PUBLICIDADE
VERSÃO IMPRESSA

Contratações

2019-01-24 01:30:00

Torcedores de Ceará e Fortaleza me perguntam sobre as contratações e respondo que é prematura qualquer avaliação. Disse e repito: jogador de futebol não é como uma árvore que você planta, rega, cerca de cuidados e estima em que tempo vai colher os frutos.

 

Como escrevia o poeta Vandré na música Disparada com gente é diferente. É necessário um período de adaptação do jogador no clube, e, como esse tempo é mínimo, frequentemente jogadores com bons históricos num clube não dão certo em outros.

 

Tendo como bússola o mercado, todo fim de temporada é uma revoada de jogadores. Se o time foi bem, os jogadores ficam valorizados e provocam interesse de outras equipes; caso tenham ido mal, há uma necessidade de renovação no elenco para ver se tudo melhora.

 

Essa movimentação de dinheiro envolvendo, empresários e jogadores excita a cabeça de muito dirigente. Tem até programa de TV: O Mercado da Bola. O conteúdo é espetaculoso. Tratam de rumores, fofocas, dispensas e contratações. É preciso manter a audiência.

 

Se fora de campo tem uma turma que se movimenta fazendo a grana correr, dentro do campo, na maioria das vezes, as contratações não dão certo. Nunca vi pesquisa nenhuma nesse sentido, mas a experiência me diz que encaixar um time não é tarefa simples.

 

Encaixar é o termo moderno usado pelos técnicos para dizer que sua equipe está organizada e encontrou um padrão de jogo. São raras as equipes que mantém o mesmo time ano após ano. Aqui no Brasil, Flamengo e Palmeiras. Curiosamente o campeão e o vice.

 

Foi-se o tempo em que o torcedor recitava seu time do goleiro ao ponta esquerda como se fosse uma poesia. Os jogadores passavam quatro ou cinco anos num clube e tinha outros que durante toda a sua carreira permanecia jogando no mesmo clube.

 

Os torcedores ficam de orelha em pé com as contratações. O Ceará perdeu seus melhores atacantes, perdeu seu melhor volante e um goleiro que era considerado um dos melhores do País. É natural que seus torcedores aguardem com ansiedade o encaixe do time novamente.

Sérgio Redes

TAGS