Contrato de concessão do aeroporto de Fortaleza está sob reanálise 

PUBLICIDADE
Notícias


Contrato de concessão do aeroporto de Fortaleza está sob reanálise

00:00 | 09/09/2018
NULL
NULL

 

Administradora do Aeroporto de Fortaleza desde julho do ano passado, a Fraport solicitou à Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) reanálise do contrato de concessão do equipamento, que está sob a gestão da empresa alemã desde julho do ano passado. A companhia precisaria entregar as obras de expansão e reforma do terminal existente, referentes à fase 1-B do contrato, em outubro de 2019. Mas solicitou que o prazo fosse estendido em seis meses, para abril de 2020.

Como já vinha sendo sinalizado, o atraso ocorrerá por causa do impasse judicial entre o antigo consórcio responsável pela ampliação do aeroporto, CPM Novo Fortaleza, e a Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero). A Fraport diz que só soube do embargo nas obras após a assinatura do contrato. Devido ao problema, os serviços que deveriam ter começado em janeiro deste ano só foram iniciados em abril, após perícia judicial.

O pedido da concessionária foi protocolado no último dia 14 de agosto. A Anac afirma que a solicitação está sendo analisada, mas informa que não existe prazo regimental para a conclusão e divulgação do resultado. A Fraport administra 30 aeroportos pelo mundo, sendo dois no Brasil, em Fortaleza e Porto Alegre. A companhia ficará à frente do terminal cearense até 2047.

[FOTO1] 

CONSELHO EXECUTIVO

 

FRAPORT PRORROGA GESTÃO DE PRESIDENTE

 

A Fraport aprovou a prorrogação antecipada do contrato do presidente do conselho executivo da empresa (CEO), Stefan Schulte.

A partir de 1º de setembro de 2019, será estendido por mais cinco anos, até 31 de agosto de 2024. Segundo a companhia, a decisão está ligada ao excelente trabalho do executivo, que tem contribuído com o desenvolvimento da empresa na Alemanha e no exterior, assegurando a posição da Fraport como um player forte e bem-sucedido no mercado global. Doutor em administração de empresas, Schulte entrou na companhia em 2013, mas atua como CEO desde 2009.

LISTA DE 100

 

CEARÁ NO RANKING DAS EMPRESAS QUE MAIS CRESCEM

 

O Ceará teve duas representantes no ranking "As PMEs que Mais Crescem no Brasil", realizado pela Deloitte, em parceria com a Revista Exame. Da lista de 100 empresas, a D&G Comércio de Autopeças conquistou a 36ª colocação. A Ivia, da área de tecnologia da informação, ficou com o 69º lugar. No ranking da região Nordeste, aparecem nas 3º e 5º colocações, respectivamente.

TAGS