Participamos do

A Loura desposada pelo sol

01:30 | Nov. 16, 2017
Autor Sergio Rêdes
Foto do autor
Sergio Rêdes Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

EXPECTATIVA DE BOM ANO


Andando pela Rua Paula Ney sou abordado por um alvinegro fã das estatísticas: “Faltam só duas rodadas e segundo os sites Infobola e Chances de Gol temos 98% de chances de subir. Não tem para ninguém e desta vez vai! Estamos com um pé na Primeira Divisão”.
 

O torcedor radiante com a perspectiva de subir faz contas dos jogos do clube e dos adversários que ameaçam tomar o seu lugar. Disse para ele que se preocupasse só com os jogos do Ceará. Olhou para mim perplexo e atacou: “Ora! Tem que secar os outros!”.
 

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

É verdade! Além do prazer vindo da derrota de um adversário passou a existir preocupação com a queda de rendimento do time. 

 

Aliás, não foi só o Ceará. A ansiedade que toma conta de todos numa competição estressante cheia de jogos e viagens mexe com o emocional.
 

Jotinha Lacerda, comentarista da Rádio Assunção, postou nas redes sociais faltar uma “peinha de nada” para o Ceará subir, e, em subindo, o ano que vem promete ser dos melhores para o futebol cearense. Não é por acaso que a cidade está vestida de preto, branco, azul e vermelho.
 

Os torcedores estão satisfeitos com seus clubes. O Fortaleza subiu para a Série B e apresentou ontem seu novo técnico Rogério Ceni. A expectativa de montar um bom time é verdadeira. Interessa aos empresários colocar jogadores em times comandados pelo atual técnico tricolor. Embora tenha uma carreira curta como técnico e mal sucedida no São Paulo, Rogério Ceni é um estudioso do futebol. Foi excelente goleiro e tinha grande liderança dentro e fora do campo no clube que defendeu em toda a carreira. O tempo dirá.
 

Quem ressurgiu depois de alguns anos no ostracismo foi o Ferroviário. A conquista do vice-campeonato cearense abriu para o clube coral ótimas perspectivas. Disputar a Copa do Nordeste e a Copa do Brasil permite à sua diretoria pensar em longo prazo.
 

Paula Ney, jornalista, poeta e boêmio cantou a Cidade como ninguém. É dele: “Fortaleza, a loura desposada pelo sol, dormita à sombra dos palmares, loura de sol e branca de luares”. Se tudo correr como parece a Cidade deverá ser palco de grandes encontros de futebol.

 

O ANO que vem promete ser dos melhores para o futebol cearense. Não é por acaso que a cidade está vestida de preto, branco, azul
e vermelho 

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente