PUBLICIDADE
VERSÃO IMPRESSA

Obra e Graça de Tite

01:30 | 12/10/2017

SELEÇÃO BRASILEIRA 

Evidente que Copa do Mundo é outra história. Ainda faltam nove meses e até lá muita coisa vai rolar, mas, pela excelente campanha nas Eliminatórias Sul-Americanas a seleção brasileira recuperou a credibilidade e pinta como uma das favoritas. 

Não pensem que sou um Pacheco cheio de otimismo nacionalista nem um vira-lata que acha que tudo aqui é pior. Vamos aos fatos: que outro país teria condições de formar uma seleção como esta em tão pouco tempo do vexame sofrido diante da Alemanha? Claro que nós! Cumprindo fielmente a profecia de Pero Vaz de Caminha, que na descoberta do Brasil escreveu ao rei de Portugal “Nessa terra em se plantando tudo dá”, produzimos a melhor matéria-prima do mundo e do Oiapoque ao Chuí os jogadores vão surgindo aos borbotões. 

Contam que na criação do mundo Deus resolveu povoar a Terra e lá de cima começou a distribuir o povo. Olhou para o Brasil e sentenciou: “Aqui vou colocar os melhores jogadores de futebol”. Pensou, pensou e pensou. “É preciso equilibrar”. E assim surgiu o dirigente de futebol. 

A gestão do futebol brasileira não é exemplo para ninguém. A partir da própria Confederação, com seus dirigentes envolvidos em casos de corrupção e não sabem ou não querem ler o Brasil. Com uma política elitista e centralizadora, ela exerce poder sobre as federações e os clubes. 

Voltemos aos jogadores. Num local em que a maioria dos clubes vive de pires na mão, o sonho de todos eles é jogar no exterior, fazer seu pé-de-meia e garantir um futuro para si e para a família. Frequentemente voltam para o Brasil desiludidos com a aventura que tiveram. 

Uma pequena minoria atinge a excelência. É o caso dessa turma que integra a seleção brasileira no momento. Jogam nos melhores times do mundo, salários milionários e, a julgar pela felicidade expressa em seus rostos, sentem um prazer enorme em defender o Brasil. Por obra e graça do técnico Tite, que com seus diferentes ângulos de olhar para o futebol e para a vida, conseguiu sensibilizar os jogadores formando um excelente time devolvendo aos torcedores brasileiros a alegria de ver um bom futebol.

SéRGIO REDES