PUBLICIDADE
NOTÍCIA

Natal: primeiro teste para a reforma

01:30 | 14/11/2017
NULL (Foto: )
NULL (Foto: )
[FOTO1]

O resultado da reforma trabalhista que passou a vigorar sábado ainda é uma incógnita.


O consultor jurídico da Fecomércio-CE, Hugo Leão, recomenda cautela para a aplicação das novas regras e transparência na sua execução.


Apesar disso, há a expectativa de uma redução de gastos já no início de 2018, em função da aplicação do trabalho intermitente. Ou seja: as companhias poderão contratar por períodos curtos, com um custo menor.


Há a informação de que alguns magazines estão formando bancos com quadro de pessoal para contratações por períodos curtos. O economista Ricardo Coimbra acredita que isso pode ajudar a gerar empregos neste final de ano para quem não conseguiu se recolocar no mercado de trabalho; mas ninguém sabe o impacto disso a médio prazo e as especulações ainda são muito politizadas, sem cálculos específicos sobre o que pode acontecer.


Diante desta situação, o Natal deve representar um teste para a aplicação das novas regras.


NOVO REFIS


EMPRESAS MAIORES


Termina hoje o prazo de adesão ao Programa de Regularização Tributária (Pert), que ficou conhecido como novo Refis. Destinado a empresas inseridas dentro da modalidade de lucro real e presumido, o programa deixou de fora as companhias inseridas no Simples e no MEI.


Ou seja: um contingente grande de empresas no País.


ALEMANHA


BUSCA DE INVESTIDORES


O Ceará tem trabalhado em várias frentes para atrair investidores: China, Alemanha e Japão estão no raio de ação do Estado para conseguir projetos.


Ontem, o presidente da ZPE, Mário Lima Júnior, e a diretora comercial da Adece, Beatriz Bezerra, participaram da abertura do Encontro Econômico Brasil-Alemanha, na Federação das Indústrias do Rio Grande do Sul, em mais uma tentativa de trazer novos projetos empresariais.

 

ATLÂNTICO


R$ 300 MI EM 16 ANOS


O Instituto Atlântico fez um balanço das suas atividades em 16 anos e chegou à seguinte conclusão: conseguiu trazer para o Ceará mais de R$ 300 milhões. A informação foi repassada pelo superintendente da instituição, Francisco Moreto, durante a comemoração de aniversário da organização.


AECIPP


MAIS DE 80 POSSIBILIDADES


A Associação das Empresas do Complexo Industrial e Portuário do Pecém (Aecipp) participará da Feira Internacional de Logística (ExpoLog 2017), que será realizada nos dias 22 e 23 de novembro no Centro de Eventos do Ceará.


Pelos levantamentos da entidade, o Complexo Industrial e Portuário do Pecém (CIPP) apresenta mais de 80 possibilidades de negócios.

 

LIDE


PRIVATE EQUITY


A participação de investidores nas empresas através de fundos de private equity (capital privado que investe em companhias não listadas na Bolsa de Valores) será o tema do almoço-debate do Lide Ceará, no próximo dia 23, no Gran Marquise.


Os palestrantes serão o sócio-diretor na Warburg Pincus e Conselheiro do Empea, Pieiro Minard, e Frances Fukuda, vice-presidente da Warburg Pincus e membro dos Comitês Executivos da Camil Alimentos.

 

MELHORA NO NORDESTE


ARRECADAÇÃO DE ICMS


Os Estados nordestinos conseguiram aumento da arrecadação de Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Prestação de Serviços (ICMS) nos últimos oito meses. Levantamento do Escritório Técnico de Estudos Econômicos do Nordeste (Etene/BNB) mostrou uma arrecadação global de R$ 47,7 bilhões de ICMS. Os dados consultados são do Banco Central e do Ministério da Fazenda, e revelam uma melhora de 2,2% em relação a 2016.


Ceará e Pernambuco estão empatados na quarta colocação entre os estados nordestinos que mais arrecadaram, com um crescimento de 3,1%.


Fausto reclamou de ter duas almas no seu peito. Eu possuo toda uma multidão batendo boca.

É como se fosse uma república”

Otto von Bismarck (1815-1898), político alemão


RÁDIO


O POVO Economia da Rádio O POVO CBN (FM 95.5) a partir das 14 horas. Destaque para o “Sobe e desce da economia”, com o jornalista Nazareno Albuquerque.


FACEBOOK


Curta a nossa página: facebook/ opovocbn


TV


Você pode assistir ao programa O POVO Economia também através do portal: tv.opovo.com.br/opovoeconomia.

 

TAGS