Participamos do

A moeda do Tio Sam em declínio

01:30 | Fev. 01, 2017
Autor O POVO
Foto do autor
O POVO Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

 

Neila Fontenele

 

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

A política do governo de Donald Trump nos Estados Unidos tem derrubado a cotação do dólar, ajudando assim a quem quer viajar. A queda acumulada da moeda em janeiro foi de 3,04%, mas poderia ser maior. No início da manhã de ontem, a desvalorização estava em 4% ao mês. O Banco Central mostrou desconforto e forçou um ajuste.


Ontem, último dia do mês, foi dada mais uma prova da atenção do BC com esta volatilidade: a moeda norte-americana iniciou o dia em queda e subiu depois da declaração do presidente do BC, Ilan Goldfajn, sobre a possibilidade de não renovar os contratos de swap que se vencem em primeiro de março.


A declaração, segundo analistas, inibiu a atuação de investidores e fez com que o mercado se ajustasse. A subida do dólar no final da tarde de ontem foi de 0,75% e acabou fechando cotado a R$ 3,151.


A medida foi encarada por profissionais da área de câmbio como uma estratégia para segurar a Ptax (cotação calculada pelo Banco Central no último dia útil de cada mês e utilizada como referência para a liquidação de uma série de contratos).


Para quem tem viagem mercada, entretanto, resta aproveitar as oportunidades.


MANUTENÇÃO DE TAXAS


REUNIÃO DO FED SOBRE JUROS


Hoje deve sair a decisão do banco central norte-americano (Federal Reserve – FED) sobre as taxas de juros nos Estados Unidos. O mercado trabalha com a possibilidade de manutenção dos indicadores no curto prazo, em função da atual política protecionista.


Este fato tem ajudado a manter recursos em dólar no Brasil. Também há a expectativa de entrada de mais dólares no mercado interno, com o anúncio de captação de recursos externos pela Petrobras.


REAÇÃO


BAGUNÇA MUNDIAL E CENÁRIO INTERNO


O consultor Cássio Padilha acredita que o cenário interno tem gerado a queda do dólar frente ao real. Ele explica que há uma leitura mais positiva do Brasil. Na sua avaliação, mesmo com o aumento dos riscos, em função do Governo Trump, a movimentação interna brasileira avançou: “Há uma melhora do cenário de redução da inflação, queda dos juros e revisão do PIB mais otimista”.


COEMA


Dúvidas sobre o ZEE


O Conselho Estadual do Meio Ambiente (Coema) terá reunião amanhã, às 14 horas. Na pauta do encontro estão a avaliação de um projeto de lançamento de efluentes de um loteamento em São Gonçalo do Amarante e as discussões sobre o mapeamento do Zoneamento Ecológico e Econômico da Zona Costeira e Unidades de Conservação Costeiras do Ceará (ZEE).


Vale lembrar que a presidência do Coema é exercida pelo titular da Secretaria do Meio Ambiente (Sema), Artur Bruno, cabendo ao superintendente da Semace, Ricardo Araújo, a secretaria-executiva do Conselho. Eis uma boa oportunidade para se tirar dúvidas e evitar questionamentos posteriores sobre as regras ambientais.


CHUVAS


Produção agrícola melhor em 2017


O secretário do Desenvolvimento Agrário, Dedé Teixeira, está otimista com a possibilidade de inverno em 2017. Os prognósticos feitos pela Funceme apontam para uma média de chuva acima da ocorrida nos últimos anos. A perspectiva é de crescimento da produção agrícola, mas sem grandes chances de um armazenamento de água suficiente para recuperar o nível dos açudes.


As secas dos últimos cinco anos deixaram algumas lições. O secretário avisa que este ano devem ser fechadas parcerias para armazenamento de alimentos para os animais e reúso de água.


OAB


Fórum Permanente de Logística


A Comissão de Direito Marítimo, Portuário, Aeroportuário e Aduaneiro da OAB criou um Fórum Permanente de Logística. O primeiro encontro da entidade está marcado para o próximo dia seis, às 9 horas, na Federação das Indústrias.


CRC


Cursos grátis


O Conselho Regional de Contabilidade está oferecendo 34 cursos gratuitos para profissionais e estudantes. O primeiro é sobre excelência na contabilidade, com o professor Maciel Neto. Os cursos têm duração de até 12 horas e seguem até junho.


Não há nada mais inútil do que fazer eficientemente aquilo que não se deveria fazer”

Peter Drucker (1909-2005), professor e consultor austríaco

RÁDIO


O POVO Economia da Rádio O POVO CBN (FM 95.5), a partir das 14 horas. Destaque para o quadro “Sobe e desce da economia”, com o jornalista Nazareno Albuquerque.


TV


Você pode assistir ao programa O POVO Economia também através do portal: http://tv.opovo.com. br/opovoeconomia.

 

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente