Secretaria do Turismo e a relação com Bolsonaro 

PUBLICIDADE

VERSÃO IMPRESSA

Secretaria do Turismo e a relação com Bolsonaro

2018-12-05 01:30:00
NULL
NULL
O Governo do Estado terá que fazer uma boa reflexão sobre a redução do número de secretarias. Além das pressões locais, será necessário analisar as possíveis dificuldades junto ao Governo Federal.

 

No caso da Secretaria do Turismo (Setur), esse é um argumento forte. Como  foi anunciada a manutenção da pasta na gestão do presidente eleito Jair Bolsonaro, eliminar a secretaria pode representar um indicativo de que o setor não possui tanto prestígio.

 

Outro ponto importante é a questão internacional. O Ceará tomou dois grandes empréstimos para a implantação dos Programas de Desenvolvimento do Turismo (Prodetur I e II), com recursos do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID); e também aderiu ao Prodetur Nacional, financiado pelo Bird. A presença da Setur, criada em 1995, foi importante nesse processo.

 

Como ninguém sabe como será a relação entre os governos Camilo e Bolsonaro, que possuem grande diferenças políticas, representantes do turismo alertam que a eliminação da pasta represente um retrocesso para o setor, que conseguiu em 2018 várias conquistas.

Investimentos

 

CRESCIMENTO DE 616% EM CAUCAIA

 

Os investimentos nas capitais nordestina refletiram a crise que já dura cinco anos. Documento elaborado pela Frente Nacional dos Prefeitos mostra um recuo bastante significativo no ano de 2017.

 

O anuário Multi Cidades - Finanças dos Municípios do Brasil revela um dado curioso: apenas seis cidades de 150 mil até 600 mil habitantes no Nordeste conseguiram aumentar os investimentos. Entre elas está Caucaia, que investiu R$ 30,8 milhões contra R$ 4,3 milhões em 2016, e registrou a maior taxa de crescimento do Brasil ( 616%).

 

Vale ressaltar que esse investimento é referente a aplicação de recursos da prefeitura e a base de 2016 tinha sido muito baixa.

 

Comércio

 

FECHAMENTO DE LOJAS

 

Ontem, o fechamento da Casa do Frango surpreendeu clientes e funcionários. Na sexta-feira passada, a rede de farmácias Dose Certa entrou com processo de recuperação judicial. Os dois casos comprovam as dificuldades das empresas.

 

Pelos últimos dados disponíveis, relativos a 2017, foram fechados no ano passado cerca de 1,2 mil estabelecimentos somente em Fortaleza. Desse total, mais da metade no comércio.

 

Festival

 

COMIDA PERUANA

 

O embaixador do Peru, Vicente Rojas Escalante, participará sexta-feira de jantar de encerramento do Festival Gastronômico - Culinária Peruana. O evento, realizado no L´Ô Restaurante, é aberto ao público e mostrará um pouco da cultura andina.

 

Adece

 

PANORAMA AGRONEGÓCIO

 

As câmaras setoriais vinculadas à Adece farão um panorama dos seus desafios e das suas propostas de mudanças. No período de 11 a 13 deste mês, no Centro de Eventos, será apresentado o trabalho das câmaras setoriais do agronegócio, que discutirão o futuro do setor.

 

DESAFIOS DO SETOR PÚBLICO

[FOTO1]

O CEO e presidente executivo do Movimento Brasil Competitivo (MBC), Claudio Gastal, estará presente no Seminário Raio X, amanhã, das 13 às 19 horas, no Hotel Gran Marquise. Gastal ministrará a palestra "Governança e Gestão, os desafios do setor público", às 17h30min. O evento é realizado pela fundação Demócrito Rocha (FDR) e está com inscrições abertas e gratuitas na página especial.opovo.com.br/raiox.

Neila Fontenele

TAGS