Pecém terá polo de criptomoedas
PUBLICIDADE

VERSÃO IMPRESSA

Pecém terá polo de criptomoedas

2018-11-14 01:30:00

Grupo formado por empresários brasileiros e europeus está construindo o Polo Pecém Multimodal. O projeto pretende ser o maior hub de inovação de criptomoedas e blockchain ativo do mundo.

 

Mesmo com as dificuldades do cenário brasileiro, toda a formatação do empreendimento está pronta. A região escolhida foi São Gonçalo do Amarante, próximo ao Porto do Pecém, onde já existem 27 empresas instaladas de 10 países diferentes, gerando em torno de 50 mil empregos.

 

A estruturação e a concepção do projeto foram feitas pelo escritório Albuquerque Pinto Advogados. O Polo pretende unir o Porto do Pecém e a Zona de Processamento e Exportação (ZPE Ceará), criando cadeia de inovação que envolva as indústrias.

 

| Tecnologia |

 

ECOSSISTEMA IMPACTA NA REGIÃO

Os advogados Tiago Furtado e Mariana Zonari, do escritório Albuquerque Pinto, foram os responsáveis pela formatação do projeto. Segundo Tiago, "o Polo Multimodal tem o objetivo atrair empresas e negócios de apoio às atividades do Porto do Pecém, utilizando a tecnologia de blockchain para criar todo um ecossistema que impacta na melhoria da região".

Entre as empresas envolvidas no projeto está a suíça Dynasty Global Investments.

 

| Fiec|

 

EQUIPAMENTO PARA ACELERAÇÃO

A Casa da Indústria está passando por reformas e terá espaço para aceleração de startups. O presidente da Fiec, Beto Studart, que retornou ontem da Europa, conversou com o governador sobre o assunto logo após visita ao Station F, na França.

 

| Airbnb 1 |

 

DINHEIRO PARA GARANTIR A PRÓPRIA CASA

O Airbnb, plataforma online de locação de imóvel, fez levantamento sobre a renda gerada com aluguel por temporada entre os anfitriões cearenses. As conclusões são interessantes: a maioria (79%) utiliza o dinheiro extra para permanecer morando na sua casa.

Na lista das principais despesas dos anfitriões estão a manutenção do imóvel (28%); parcelamento da compra do imóvel (18%) e melhorias ou reformas (15%).

 

| Airbnb 2 |

 

PERFIL DE ESCOLARIDADE ACIMA DA MÉDIA

A pesquisa foi realizada pelo Airbnb no primeiro semestre de 2018. Os números também mostram que para 44% dos anfitriões a renda é necessária para que eles cheguem até o fim do mês com as contas em dia.

Detalhe: os anfitriões costumam apresentar um nível de escolaridade bem acima da média no Estado. Pelos dados da plataforma, 80% concluíram curso superior ou pós-graduação; 33% são autônomos; 33% estão empregados; 21% são aposentados; e 9% trabalham meio-período. Apenas 4% estão desempregados.

 

RÁDIO

O POVO Economia da Rádio O POVO CBN (FM 95.5), a partir das 13 horas, de segunda a sexta.

 

FACEBOOK

Curta a nossa página: facebook/opovocbn

 

TV

Você pode assistir ao programa O POVO Economia também através do portal: tv.opovo.com.br/opovoeconomia.

 

| Comércio Exterior |

 

MERCADO CHINÊS

Os representantes do Instituto de Promoção do Comércio e do Investimento de Macau (IPIM), Antonio Lei e Paulo Carvalho, estiveram ontem participando do Encontro Internacional de Negócios do Nordeste, promovido pelo Sebrae. Há uma discussão sobre a possibilidade de aproximação comercial entre as micro e pequenas empresas cearenses e o mercado consumidor chinês. Macau seria a porta de entrada dos produtos brasileiros na China.

 

"Uma sociedade sustentável é aquela que satisfaz as suas necessidades sem diminuir as perspectivas das gerações futuras"

Lester Brown, ambientalista norte-americano

 

TAGS