PUBLICIDADE
VERSÃO IMPRESSA

BB: Ceará receberá três vezes mais recursos para o agronegócio

01:30 | 12/07/2018

O Banco do Brasil vai disponibilizar esse ano R$ 463 milhões para o Plano Safra no Ceará. O Estado vai receber três vezes mais recursos do que em 2017.

Em todo o País serão destinados R$ 194 bilhões para a safra 2018-2019. Desse total, R$ 103 bilhões vêm através do Banco do Brasil. Os valores para este ano sinalizam as estimativas otimistas para o agronegócio nacional.

O gerente de Mercado, Negócios e Agronegócios do BB, Antonione Cruz, explica que as perspectivas são boas para o Estado. Nos anos anteriores, a severidade da seca comprometeu a carteira de crédito, gerando um índice de inadimplência acima da média do País. Enquanto as taxas nacionais ficaram em conformidade com o Banco Central, girando em torno de 2%, no caso do Ceará a média superou os 9%.

Para garantir a aplicação do crédito disponível e reduzir a inadimplência, o Banco do Brasil lançou mecanismos de negociação com parcelamentos de longo prazo.

DISTRATOS

SEM RETENÇÃO DE VALORES

Os sindicatos das construtoras fizeram uma mobilização para conter o volume de distratos no mercado imobiliário, impondo restrições para a devolução dos pagamentos.

Na última terça, essas tentativas foram frustradas pela Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) do Senado, que rejeitou o projeto de lei que impõe a retenção de 50% do valor pago pelo comprador no caso de desistência da compra de um imóvel na planta.

O projeto passou pela Câmara dos Deputados e ainda seguirá para análise do plenário do Senado.

EXPANSÃO SOLAR

CRESCIMENTO DE 200%

O Ceará é o líder nordestino em geração de energia solar distribuída com um total de 1.078 ligações. O crescimento do setor tem impulsionado as empresas. A Sou Energy, por exemplo, teve ampliação de 200% em relação ao ano passado. A direção da companhia acredita que, até o final de 2018, os resultados sejam ainda melhores e o crescimento atinja a marca de 300%.

COMEMORAÇÕES

HAPVIDA FAZ 25 ANOS

O Sistema Hapvida completa hoje 25 anos comemorando a ampliação de sua atuação. A empresa tem atualmente mais de 3,8 milhões de clientes, 25 hospitais, 19 pronto-atendimentos, 74 hapclínicas e 83 centros de diagnóstico.

O projeto da operadora é de ampliação no mercado nacional, com a capitalização de R$ 3,4 bilhões após a sua oferta inicial de ações (IPO).

EXPANSÃO

UNIMED FORTALEZA

O presidente da Unimed Fortaleza, Elias Leite, também trabalha projetos de ampliação do seu plano de saúde. Dois investimentos estão sendo gestados: o primeiro consiste na criação de um hospital para mulheres e crianças; o segundo, um espaço de atendimento especial para autistas.

EMPRESAS

CANADÁ E ENERGIA

A cônsul-geral do Canadá no Brasil, Evelyne Coulombe, e a representante comercial do consulado canadense, Laura Tarouquela, estiveram em Fortaleza discutindo assuntos na área de energia. Ambas tiveram encontro com o diretor institucional da Enel, José Nunes Almeida, e com o secretário-geral do XXIII Seminário de Distribuição de Energia Elétrica (Sendi 2018), Glauco Valério.

Empresas canadenses discutem sua participação no Sendi, que será realizado em Fortaleza, no mês de novembro.

RETROCESSO

TABELA DE FRETE RODOVIÁRIO

O ano parece que já terminou para quem pensava em alguma projeção de crescimento da economia. A preocupação agora é com a possibilidade de retrocesso. Na avaliação da Confederação Nacional da Indústria (CNI), a aprovação da tabela que fixa valores mínimos de frete para o transporte rodoviário de cargas pode institucionalizar atrasos.

A projeção dos industriais é de um aumento geral de preços.

Para construir são necessários anos de lento e laborioso trabalho. Para destruir, basta o ato impensado de um único momento”

WINSTON CHURCHILL

(1908 - 1965), político britânico

RÁDIO

O POVO Economia da Rádio O POVO CBN (FM 95.5), a partir das 14 horas. Destaque para o “Sobe e desce da economia”, com o jornalista Nazareno Albuquerque.

FACEBOOK

Curta a nossa página: facebook/opovocbn

TV

Você pode assistir ao programa O POVO Economia também através do portal: tv.opovo.com.br/opovoeconomia.