A primeira impressão é a que fica & outras notas
PUBLICIDADE

VERSÃO IMPRESSA

A primeira impressão é a que fica & outras notas

2018-12-09 00:00:00
NULL
NULL

O Ministério do Bolsonaro, servido uma gota ou no máximo duas, por dia, corresponde à objetividade das esperanças de quem votou nele, tão diferente daquele malfadado presidente, que chegou a ter, entre seus auxiliares, conhecido gatuno nacional.

 

Nessa equipe tão alvissareira, pontificam, naturalmente, Sérgio Moro, na  Justiça, e Paulo Guedes, na Economia.

 

O juiz, por exemplo, colocou na sua garupa, na pasta da Justiça, o delegado federal Luiz Pontel, que será o homem que irá asfixiar o crime organizado, fazendo com que os gangsters chefões mudem de ofício.

 

Coluna enumera, hoje, aqueles que prestigiaram a confraternização da Unidos do Natal e não foram até agora mencionados.

 

Começando por Humberto Camurça, o menino, que além de pioneiro, deu um grande apoio ao Colóquio, via North Shopping, quando assessorava o Sérgio Gomes de Freitas. E um dos fundadores, Renato Bonfim.

 

E vamos adiante, Cláudio Philomeno, Chiquinho Aragão, Danilo Gurgel, Elias  Bachá, Sálvio Pinto, Geldo Machado, Givaldo Sisnando, João de Deus Costa Lima, Luciano Cavalcante, Marcelo Feitosa, Paulo Cruz, Rui Dias, Paulo Sérgio Botelho, Álvaro Andrade e Aristófanes Canamary.

 

Não sei onde anda hoje Olímpio Mateus Ribeiro, que aqui representou os Serviços Aéreos Cruzeiro do Sul, talvez nem habite mais entre nós, retirado oportunamente por Deus dessa nossa ingloriosa existência.

 

O senhor em questão teve relevante papel na minha vida viajeira, na época que as companhias, tal Varig, "obsequiavam" os jornalistas com passagens que não podia reservar e arriscava sobrar no meio do trajeto.

 

Com Olímpio, a coisa era pra valer, dele recebi primeiros bilhetes com direito ao lugar, sem riscos.

 

Pretendo martelar que quando se planeja para o Réveillon, seja em clube ou restaurante, viajar, casa de amigos ou a própria, não convém mudar mais tarde do delineamento feito, pois, geralmente, dá tudo errado, e se fica no local adotado pensando como seria bom se tivesse permanecido naquele inicialmente cogitado.

 

Este dezoito entrou em seu último mês, e peço vênia ao leitor para cumprir promessa feita, no desenrolar, de que apontaria a anfitriola Revelação do Ano.

Assim é que, pincelei, pela ordem de entrada em cena, Marise Castelo, Emília Patrício e Mônica Arruda.

 

Marise ingressou com um almoço em Porto das Dunas, contratando, especialmente, o chef Alex, que elaborou a pizza, pedida favorita de seu convidado capital.

[FOTO1]

Emília chamou grupo também pequeno, acenando com um pôr-de-sol, que todos adoraram, na Ponta da Praia.

 

Finalmente, Mônica Arruda, na sala graciosa de seu apartamento de boneca, armou mesa de lugares marcados, em regozijo completo recuperar do primo Carlito Ponte.

 

No mais, já que estamos às portas do Ano Bom, Fé em Deus, Pé na Tábua e Bola Pra Frente, tal dizia meu inspirador-mor Jacinto de Thormes.


 

Lúcio Brasileiro

TAGS