PUBLICIDADE
VERSÃO IMPRESSA

A primeira refeição é a que fica & outras notas

2017-03-04 17:00:00
NULL
NULL
[FOTO1]

Leitor que se assina viajero pede lhe transmita componentes do café da manhã dos hotéis por onde ando pela aí, devo esclarecer que nunca tomo café e, por isso, ganho sempre um abatimento nas contas, porém, vou tentar listar os itens essenciais da constituição da primeira forração do dia, que o francês chama de petit déjeuner, e o espanhol, desayuno: café, leite, pão, manteiga, queijo, fruta, suco, bacon (ou presunto), ovo, geleia, não necessariamente nessa ordem.


Toda vez que chego em casa e olho pra direita, cai em minha memória última vez que vi Ivone Gentil de biquini, ela resplandecia na piscina, sob sol do Cumbuco, e quando governador Virgílio Távora baixou no ambiente, sem ser esperado, pedi que ela desse cobertura à sua excelência, coisa que minha amiga fez prazerosamente.


Partiu Edilton Urano, meu amigo e, sobretudo, do meu irmão Neno, foi prestimoso para meu programa de televisão sugerindo nomes de ibope fácil, tal padre Geovane Saraiva, pároco da Parquelândia que celebra naquela Igreja Redonda e é sinceríssimo admirador do papa Francisco.


Após muitos anos, Rotary-Pioneiro renovou troféu de campeão de frequência concedido a Raimundo Alencar Pinto, quem recebeu desta vez pelo pai foi Marilena Campos, que se prepara para ser primeira-dama do Distrito 4490.


Dr Joaquim, proprietário do Caipira, tal o próprio nome diz, restô especializado na regional, botou pra quebrar na discoteca, da Quarta de Cinzas, e no almoço de casa quase cheia, pude divisar o senhor Luciano Lage, primo do Marcus, e cuja mulher é sobrinha ditosa da obra-prima-da-criação, Edilmo Cunha.


Tem rua sem pé nem cabeça, como tem também gente merecedora sem rua, para citar apenas um exemplo bem próximo de mim, Francisco José Lustosa da Costa.


O Gaúcho, realmente um produto dos Pampas, fechou churrascaria da entrada do Cumbuco, à direita do asfalto condutor, que vai reabrir com outras mãos, mas ele não abandona praia em questão, pois entrou em sociedade para um empreendimento maior, também com ambições carnívoras.


O senhor João (Batista) Holanda foi forçado a dispensar Carnaval que sempre passa em Guaramiranga, o motivo foi luxação no braço, quando tentava arrumar umas estatuetas na sala da casa da Manoel Jesuíno, em compensação, ganhou a mais charmosa das enfermeiras, sua mulher Miriam.


O senhor e a senhora Sabino Henrique tiveram que esquecer a Estalagem Dois Sertões, na jornada momina, baseados no triste fato do vizinho alugar para gente barulhenta e desordenada, a começar pelo som alto e interminável, madrugada adentro.


E nada mais havendo, por enquanto, a tratar, vou ficando por aqui mesmo, movido a serenas intenções dominicais.


Adriano Nogueira

TAGS