PUBLICIDADE
VERSÃO IMPRESSA

Primeiras do ano

2019-01-02 01:30:00

(1) - ROGÉRIO Ceni trocou São Paulo por Fortaleza, isto é, chegou dia 29 sem avisar a ninguém - a não ser, claro, ao presidente Marcelo Paz. Viu o foguetório da passagem do ano do apartamento onde mora na Beira Mar, apenas cinco quarteirões do aterrinho da Praia de Iracema, mas de lá não saiu.

(2) - TENTATIVA de trazer de volta o Gustagol redundou em nada. Seria uma grande bomba. Pifou. Ele será avaliado pelo novo treinador do Corinthians, ou então, com proposta do exterior, negociado pra fora.

(3) - EVERSON, infelizmente, perdeu o trem da história. Não porque quisesse, sim, pelo Ceará, que refugou todas as tentativas do Grêmio de levá-lo, inclusa aquela de metade da multa contratual (R$ 3 milhões) mais o Marinho, com Ceará pagando o salário algo em torno de R$ 200 mil. Rachado até que podia ser, mas todo nunca. Só se o presidente Robinson tivesse perdido o juízo.

(4) - QUE compensação Everson terá? Robinson o chamou pra renovar o contrato elastecendo-o por mais dois anos, dando-lhe aumento de 20%. Que saída o coitado do Everson teria? De aceitar, sorrir amarelo, embora sabendo intimamente que, aos 29 anos, dificilmente surgirá outro convite igual. Pra ele uma frustração profissional, nódoa que dificilmente se apagará.

(5) - E O FERRÃO, hein! Imaginou que o Potiguar, de Mossoró, fosse igual ou pior que o Baturité e a turma do Sindicatos dos Atletas Profissionais. Perdeu (2 a 1), não bastasse saiu de campo vaiado por sua torcida. Consolo foi o Cariús ter feito o dele. Serviu pra quê?

(6) - RESPEITE o furdunço a partir de amanhã quando a FCF finalmente abrirá suas portas. Todos os clubes que disputarão o Estadual, exceção de Ceará e Fortaleza, que só entrarão pra comer filé, vão em massa querer regularizar seus jogadores. Casa de Noca perderá feio. É lá onde todos gritam e ninguém sabe quem manda no pedaço.

(7) - CONTAS perdidas de quantos reforços virão pra Ceará e Fortaleza. De conhecidos, nenhum. Torcedor vai ficar às tontas pra adivinhar quem é quem. Tricolor como novidade maior a volta de Edinho. Como se torcedor, mesmo em se tratando dele, gostasse de reprise ou, se for o caso, café requentado.

(8) - RETORNO de Ceni, que não encontrou mercado maior pra mostrar que já é técnico de ponta, e a rigor ainda não é, podem ter certeza de que os treinos secretos virão em forma de cachoeira. Lá mesmo no CT Ribamar Bezerra, onde o vento do Maracanaú faz a curva. Os que cobrem o Tricolor vão passar mais um ano penando neste purgatório.

(9) - PREPAREM-SE. Este ano vão povoar o futebol cearense reforços vindos da China, do Japão, da Arábia Saudita, essa turma de segunda classe que pra lá se mandou, não se adaptou aos costumes, ei-los de volta. Se mal pergunto - na Coréia do Norte, tem futebol? Se tiver, tem brasileiro por lá...

(10) - MUDANÇA do secretariado do governo cearense, na Secretaria do Esporte não foi bisado o nome de Euler Barbosa, embora devesse, pelo bom trabalho que fez. Depois do Ferruccio foi o melhor que por lá passou. Então quem irá, cara-pálida? Deve ser alguém que só sabe que uma bola é redonda por motivos absolutamente óbvios.

CADEIRA FRIA...

- PRIMEIRA Cadeira-Elétrica do ano, na TVC, ontem, em forma de miniatura, consegui juntar na festa do Sérgio Ponte os presidentes dos três grandes - Ceará, Fortaleza e Ferroviário.

- MARCELO Paz mostrou-se uma figura leve, bom de papo, desasnado mas de quem pouco se conseguiu tirar alguma coisa. Como o programa foi gravado, a cadeira ficou fria. Paz, quando abordado, se a renovação de Ceni tinha sido trabalhosa respondeu simplesmente - "Foi muito mais fácil do que quando veio da primeira vez. Chegamos a um acordo que foi bom pras duas partes".

- ROBINSON de Castro, de quem é difícil se arrancar algo porque ele sempre não conta a versão toda, deixando-a pela metade. Quem quiser que traduza o enigma.

- POR último Walmir Araújo, de quem particularmente gosto, contudo com incrível dificuldade de se expressar de forma clara. Apenas no caso Cariús - se tinha recebido alguma proposta concreta pra negociá-lo - fez a inconfidência.

- "APARECEU um sujeito lá, não sei quem, oferecendo a ele R$ 40 mil, dizendo-se emissário do Ceara. O Cariús mandou ele conversar comigo no dia seguinte. Fui pra Barra e o cara não apareceu por lá. E se aparecesse com essa proposta sem o Ferroviário ganhar nada, seria enxotado do meu escritório".

- POSSO fazer uma confissão? Odeio programa gravado, ainda por cima com 20 dias de atraso. Perde a graça e a cabaça...

TAGS