PUBLICIDADE
VERSÃO IMPRESSA

Segundo governo Camilo: ou vai... ou racha

2018-12-30 00:00:00

1. FORMATADA a nova equipe do segundo mandato de Camilo Santana, após penoso parto da montanha. Entre as novidades, uma mulher fará toda diferença. Um retorno com cheiro (argh!) de café requentado. Pra completar, fichinhas carimbadas de sempre. Nada que fizesse tremer os alicerces do Abolição.

2. NOVO modelo de gestão, na teoria, uma coisa. Na prática, a toada é outra. Pai da criança do plano Maia Júnior ganha de mimo uma super secretaria (SDE). Será? Legisla em causa própria? E daí? Maia é pule de dez. A outra é a Sefaz. Troca de cara e sexo. Uma mulher competente pra fazer mudar a carranca do órgão.

3. FIGURA central é o governador Camilo. É pra ele que todo foco se volta. Se teve mandato renovado, maior votação no Brasil, prova, provada, da sua capacidade. Se o enfado do segundo mandato não lhe atingir, Camilo acaba com a maldição. Quatro anos é um longo caminho. Sem volta. Não tem saída - ou vai ou racha.

CAMPO MINADO

LÁ se vem o Mauro Filho, de volta. De novo? Oh, não. Mil vezes, não. Agora pra Seplag. Missão: pisar nos calos do Maia Júnior.

E O dr. Cabeto hein! Tentou desmentir mil vezes a coluna. Deu em nada. Vai mesmo pra Saúde. Além dos tantos atributos, precisa ser também um bom gestor. Será? O físico Javi era.

ADOREI o nome dado a Secretaria das Penitenciárias. Lindo, lindo. Os presos adoraram. Não sabiam que tinham tanta importância assim.

ARIALDO Pinho, bem que avisei. Turismo que ganha de goleada não se mexe nunca. Arialdo é craque e goleador.

E A Educação menina dos olhos de Camilo? Preparem-se pra uma grande e agradável surpresa. Quem sobreviver, verá.

GRATIDÃO com gratidão se paga. É bíblico. Camilo deu logo foi duas secretarias pro senador Eunício. Pelo que fez pelo Estado, ele merece.

FERREIRA Gomes não têm do que reclamar. Nomes da sua confiança foram mantidos.

OS que foram ratificados fizeram por onde. Élcio Batista fortaleceu-se. Ele merece. E o PT que exigiu mundos e fundos, ficou com uma. Deve ter esquecido que o governador Camilo é o petista melhor avaliado no Brasil.

[FOTO1] 

DENTRE tantos furos da coluna, este foi o maior do ano. Quinze dias atrás antecipei que Fernanda Mara Pacobahyba seria a nova titular da Sefaz. Bingo! Tentaram desmentir, em vão. Perderam tempo, caíram do cavalo. Uma mulher bonita e talentosa, pra preencher o último domingo do ano. Tem mais - Fernanda, acaba com o secular reinado dos homens na Sefaz. Viva as mulheres!

PRESENTE MAIOR

PREFEITO RC, prometeu e cumpriu. Entregou antes do ano se encerrar a nova Aguanambi - a avenida mais bonita de Fortaleza. Bingo!

A DIFERENÇA

CAMILO Santana chegou pra inauguração da Aguanambi dirigindo o próprio carro. Tornou-se hábito. Não fica aí. Enche o tanque com o seu próprio dinheiro.

MERCADO PERSA

AEROPORTO dos alemães virou mercado persa. Mas que beleza! Entupiu de quiosque, onde se vende de tudo. Do artesanato às frutas tropicais. Por acaso terá canja de galinha ou caldo de cana?

BESTEIROL DO ANO

TÍTULO de Cidadão Cearense para o Ministro da Integração Nacional por questão de gratidão. O pior desse besteirol do ano é ter sido aprovado por unanimidade. Autor da ideia devia ser vaiado.

QUANTA DIFERENÇA!

ANOTEM essa. Aqui e agora. Quanto fatura um secretário de Estado? R$ 15.385. Exatamente a metade do que recebe um desembargador. Cara ou coroa - qual deles você preferia ser?

SÓSIA PERFEITA

ÔNIBUS dois andares, nova atração da cidade. Eba! À noite, então, luzes coloridas, agora é que ficaram a cara do trio elétrico baiano. Chamem a Ivetona!

RECORDE BATIDO

NATAL da Luz, sob o comando de Assis Cavalcante, também presidente da CDL, este ano bateu todos os recordes: 190 mil pessoas, feito, antes, jamais alcançado. Viva!

O GRANDE VILÃO

FUNCEME, correio da má notícia, confirma: o El Niño, vilão do inverno, vem aí. Tremei, São Pedro!

NATAL DO ACOLHIMENTO

MESMO diante do emaranhado em que se viu envolto, na montagem do novo secretariado, Camilo Santana conseguiu fazer aquilo que mais gosta no Natal - abriu as portas do Palácio da Abolição para 600 crianças exclusivamente atendidas pelo Estado. Ao seu lado, a primeira dama Onélia e os filhos, mantendo uma tradição que já dura quatro anos. Uma alegria só. Isso deixa ele e família felizes, além de oxigenar sua alma, sempre ao lado de pessoas simples. Precisamente aí, onde Camilo faz a grande diferença dos seus antecessores.

TAGS