Alan Neto: Campo minado 

PUBLICIDADE

VERSÃO IMPRESSA

Alan Neto: Campo minado

2018-12-05 01:30:00
- QUEM reparou levante o braço.

 

- ATÉ o presente momento nenhum clube deu um passo adiante, parte que nos toca, Ceará e Fortaleza, em direção a aquisição de reforços.

 

- O QUE há, por enquanto, é especulação, campo fértil e também minado pra se criar tufos de fumaça naquela do se colar, colou.

 

- JARGÃO jornalistico ensina que especular não faz mal a ninguém, muito menos tira pedaço.

 

- PRA melhor ser entendido. Se as fontes se fecham em copas, não permite que nada transpire, enseja a que a especulação entre em campo e quem quiser que venha atrás pra desmentir ou confirmar.

 

- VIA de regra (que palavra!) pra desmentir o que a imprensa informa, porque todo cartola que se preza, incluso os pavões que no futebol cearense é uma floresta, simplesmente odeiam a imprensa.

 

- SE especular pode, nesta fase de segredos e desmentidos, então o prato é cheio. Sirvam-se à vontade. O que não tira pedaço, também não causa ferimentos.

 

NA BERLINDA

 

- CRAQUE do ano, escolhido pela maioria esmagadora dos 30 cronistas esportivos que formam opinião, Edson Cariús será uma das atrações da Noite das Personalidades do perfeccionista Sérgio Ponte.

 

- SEU feito foi reconhecimento a um atacante, que, mesmo começando tarde, conseguiu este ano ser artilheiro por onde passou. Sem esquecer que seus concorrentes - Gustagol e Arthur - eram os mais cotados por motivos óbvios.

 

- CARIÚS correu por fora, ganhou dos dois com boa margem de votos. Reconhecimento a um jogador da terra, vindo da longínqua Cariús após cansar de vender motos.

 

- ELE está na berlinda, prato cheio pra qualquer clube que procure um goleador. Especialmente Ceará e Fortaleza, que perderam seus maiores artilheiros - Gustagol e Arthur.

 

- TANTO Ceará, via Robinson de Castro, quanto Fortaleza, através de Marcelo Paz, desmentem o interesse.

 

- ESTÃO na deles pra evitar valorização do artilheiro do Ferroviário. Lisca foi quem deu a entender, reproduzindo a frase clichê - quem não gostaria de ter um artilheiro no seu time?

 

- RASTILHO de pólvora, é aquela história, quem risca um palito de fósforo vai chegar fatalmente a um barril de pólvora.

 

QUEM PROVOCA QUEM?

 

- PASSOU desatento de muitos, menos pra quem tem olhar de lince, enxerga um pouco mais adiante, onde está alojada a maldade.

 

- OU alguém esqueceu no que Arthur mandou desenhar na cabeça, contra o Vasco, quando não jogou nada, em letras grande e visíveis - 8C.

 

- FAZIA referência ao maior rival, Fortaleza, por ter passado oito anos no inferno na Série C. Só um idiota não entendeu.

 

- NAQUELE momento não fazia sentido, até porque o adversário era o Vasco. Nada a ver com o Fortaleza.

 

- ARTHUR perdeu excelente oportunidade de botar uma melancia no pescoço. Teria aparecido muito mais...

 

QUE ALFINETADA!

 

- OUTRA provocação partiu do próprio presidente do Ceará, Robinson de Castro, após a euforia de ver tanta gente no Castelão, menos por ter chegado à Sul-Americana.

 

- DIANTE da floresta de microfones saiu-se com esta preciosidade pra confirmar a permanência de Lisca.

 

- SEM tirar nem pôr vale reproduzir - "Com o Ceará não tem essa de cerimônia, não tem novela, não tem suspense, nem tem estrelismo. Lisca renovou tomando café comigo".

 

- A PIADA tem endereço certeiro. Quem passou a semana toda fazendo suspense, gerando novelinha e estrelismo?

 

- QUALQUER semelhança com a renovação de Ceni com o Fortaleza e o presidente Marcelo Paz no seu encalço, não é mera coincidência...

 

- TERÁ troco? Pode ter ou deve ter. Aguardem os próximos capítulos.

 

BOCA DE FORNO

 

PRIMEIRO clube a se reapresentar, Ferrão, hoje à tarde - quem cedo madruga a Deus ajuda... /// ANDRIGO de volta pro Ceará depois da rasteira do Inter, o mandando pro Sport, não, não, mil vezes não...

 

VEJA MAIS: CEARÁ - A CAMPANHA NO CAMPEONATO BRASILEIRO 2018 | NA PRANCHETA #43

[VIDEO1] 

ALAN NETO

TAGS