Alan Neto: Perdas & danos
PUBLICIDADE

VERSÃO IMPRESSA

Alan Neto: Perdas & danos

2018-11-21 01:30:00

- DAS coisas incríveis deste futebol divino e maravilhoso. Pasmem — contra o Fluminense o Ceará realizou sua quarta partida consecutiva sem vencer. Traduzindo: 12 pontos jogados e apenas dois a favor. Tem alguma (ou muita) coisa errada por aí.

 

- POR QUE a artilharia alvinegra é tão pífia? Por que acertar o gol é tão difícil pros pseudo-artilheiros do Ceará, incluso Arthur, no qual repousam todas as esperanças?

 

- OUTRO dado de estarrecer. Únicas bolas com perigo pro gol do Fluminense vieram através do Juninho Baiano, que nem esperava ser escalado. Em chutes de faltas. No Bahia, ele era o cobrador oficial. No Ceará, deve ter perdido o jeito e a pose.

 

- NÃO fora a defesa lá atrás segurando tudo, a partir do cinturão de ferro dos zagueiros, o que seria do Ceará neste Brasileirão? Sim, porque esperar por aquele ataque débil que tem, mais antes uma boa morte. Se é que tem...

 

- CEARÁ precisava daquela vitória pra dar uma alavancada no Brasileirão, manter bem longe a sombra do nefasto rebaixamento. Pode até ter tido boa vontade de vencer um Fluminense fraco com os salários atrasados. Ficou na boa vontade. Adiantou pra quê?

 

- MARACANÃ encharcado não prejudicou tanto os dois adversários, sim a ruindade da dupla. Trocando um pelo outro, nenhum deles de volta. Aliás, que dois times parecidos em tudo por tudo, a partir da mediocridade gritante dos jogadores.

 

- RESULTADO (0 a 0) eles fizeram por onde merecer, porque nenhum teve mérito pra vencer de tão ruins que foram. Uma partida de baixo nível técnico não podia mesmo deixar de sair aquele purgante que todos viram.

 

- E AGORA, como ficarão? Quem levou vantagem no empate? A dupla, pois se cada um subiu um ponto, não o suficiente pra respirarem aliviados. Quer dizer, a angústia de não cair continuará até os últimos jogos que têm pela frente, três pra cada um.

 

- ENFIM, entre mortos e feridos, cara-pálida, salvou-se alguém? Nem no purgatório conseguiram entrar...

 

EMENDAS & SONETOS

 

- LISCA resolveu lançar contra o Fluminense um time totalmente diferente daquele que está acostumado a se ver em campo. Saiu pior a emenda que o soneto. Foi um tiro pela culatra.

 

- DENTRE as novidades lá estava o Ricardo Bueno que ele resolveu ressuscitar como elemento-surpresa no lugar de Arthur. Bueno não fez nada. Nem podia, tão ruim que é.

 

- E O Arthur, por qual razão não entrou de saída, só com jogo em andamento? Consta, como estava pendurado nos cartões, evitou-se um mal maior, poupando-o para os próximos jogos.

 

- ACABOU entrando cheio de receios, com medo até de dividir as bolas ou de entrar mais forte no adversário. A diferença entre ele e o Bueno é porque o Bueno é ruim de doer.

 

- OUTRAS mudanças viraram uma saramandaia, com entrada de gente que nem se sabia ainda estava no Ceará. Agora, aguentar o Felipe Azevedo é de levar o torcedor as raias da loucura. Ele e nada em campo, tanto faz como tanto fez.

 

- OUTRA versão ridícula é a de que o departamento de fisiologia teria metido o bedelho recomendando não escalar determinados jogadores, alegando que eles estavam no limite.

 

- SE verdade ou mentira, é preferível acreditar em piada de papagaio. Aquela mesma que não pode ser repetida aqui...

 

SINAL AMARELO

 

- PIOR vem agora. Contando nos dedos, sabe-se que nada menos que oito jogadores do Ceará estão pendurados pro jogo de amanhã contra o rebaixado Paraná. Se prevalecer a lógica do Lisca, poupa os oito e lança mão da turma da laranja. Aquela turma que não faz nada a não ser chupar laranja no banco ou então ficar no eterno come e dorme...

 

PRIMEIRA LEVA

 

- FORTALEZA deve divulgar hoje a primeira leva dos jogadores que serão devolvidos aos seus clubes de origem.

 

- PRA entender melhor. Aquela turma que veio, não jogou nada e volta sem deixar a menor saudade.

 

- SE for pra revelar nomes, prefiro não fazê-lo, evitando perda de tempo e de espaço.

 

- PORÉM, a lista é grande, dobrando pelo menos dois quarteirões...

 

DISSE NÃO DISSE...

 

... PRA não perder a mania, Richardson de novo levou cartão amarelo. E quem toma cartão amarelo com tanta frequência tem um nome — indisciplinado ... /// JOGADORES do Flu meteram a boca no trombone reclamando quatro meses de atraso. Ainda assim time empatou.../// E OS do Ceará? De nada podem reclamar, pois salários pagos antes do dia 10. Ainda assim há quatro jogos não ganham de ninguém, perdendo pontos preciosos a torto e a direito...

 

VEJA MAIS: CEARÁ - AS CONTAS PARA A PERMANÊNCIA NA SÉRIE A | NA PRANCHETA #41

[VIDEO1] 

TAGS