Os três destinos 

PUBLICIDADE

VERSÃO IMPRESSA

Os três destinos

2018-08-04 01:30:00
- PELA ordem. Fortaleza, Ferroviário, Ceará. Os dois primeiros hoje. Tricolor, Castelão (16 horas). Ferroviário, Campina Grande (18h30min). Ceará, Curitiba (amanhã, 16 horas).

 

- TRÊS maiores clubes cearenses e os respectivos destinos traçados no final de semana. Cada um, uma faceta diferente.

 

- QUEREM ver? Fortaleza, contra Coritiba, tenta consolidar liderança e  virar o turno no pódio. Vantagem. Qual for o resultado, do pódio não sairá.

 

- FERROVIÁRIO, última cartada diante do Treze, acontece que dentro do Amigão de Campina Grande, quando de lá poderá sair com o título de Campeão Brasileiro. Leva todas as vantagens do mundo. Menos uma. Não pode perder por diferença de quatro gols do adversário. Quem acreditar em milagre no futebol, favor ajoelhar-se no asfalto quente de meio-dia e debulhar terços.

 

- CEARÁ, dentro do estádio do Paraná, em partida que vale seis pontos. É o chamado "clássico dos lanternas". Quer dizer - Ceará vencendo entregará a lanterna ao Paraná, tão mal das pernas quanto ele nesse Brasileirão. Ainda que aconteça, Alvinegro não sairá do Z-4. Eita que praga violenta.

 

- RETRATO fiel dos três destinos dos nossos clubes hoje e amanhã. Prego aviso. Do trio, infelizmente, pior situação é a do Ceará. Fortaleza e Ferroviário na frente dele estão com a faca e o queijo na mão. Faca amolada, faz favor. Faca cega não corta queijo...

 

DARÁ OU NÃO DARÁ?

 

... JOGO de hoje no Castelão, diretoria do Fortaleza apostou as fichas em público acima de 40 mil.

 

... PODERÁ dar sim, pois ingresso barato, torcedor adora. Somando-se ao time, afiado e líder da Série B, todos chegam juntos.

 

... COMO torcedor não é teleguiado, tão sábio pois sabe o que quer, não carecia presidente tricolor dizer o besteirol que disse - "Se der menos 40 mil nem comemoro".

 

... SEM problemas. A torcida comemorá de qualquer maneira.

 

... DETALHE relevante. Tricolor não ganha há três jogos no Castelão.  Pra evitar vaias e gritos de burro, recomenda-se tratar de vencer hoje. O Coritiba como visitante é péssimo.

 

23 ANOS DEPOIS...

 

HÁ 23 anos, Ferrão ganhou seu último título. Tempo voa em sua marcha implacável e cruel.

 

ACONTECEU no título de campeão cearense, na esplêndida gestão Clóvis Dias, alvejado em cheio, após a conquista, por campanha sórdida dos invejosos.

 

DE lá pra cá, tantos nomes inexpressivos assumiram o Ferrão do meu coração. Como castigo nunca mais ganhou nada. Até aportar por lá Walmir Araújo, calado, sereno, raposa do futebol, pra repor o Ferrão nos trilhos do sucesso.

 

À BEIRA de um título nacional, Ferroviário volta ao topo dos grandes. Com lugar garantido na Série C, Ferrão retorna à condição de terceira força do nosso futebol. No além-túmulo, o velho Caracol, seu fundador, dá cambalhotas de alegria.

 

LONGE DOS OLHOS

 

- LONGÍNQUA e friorenta Curitiba, o Ceará corre contra o tempo enfrentando o igualmente péssimo Paraná. Será o abraço dos afogados?

 

- CORRER contra o tempo quer dizer que só uma cordilheira de vitórias sucessivas fará reverter a situação. Caso contrário, infelizmente na maldita lanterna, vai continuar.

 

- LISCA vai promover duas mudanças menos por que queira. Acertou na mosca naquela formação contra o Fluminense aqui. Pode ter sido mero acaso, contudo deu certo.

 

- ENCONTROU o caminho das pedras, por ele está na obrigação de seguir. Assim como não se mexe em time que está ganhando, recomenda-se, também, não brincar com a sorte. A bola não perdoa. E a lei da selva implacável do futebol, também não.

 

ALAN NETO

TAGS