PUBLICIDADE
VERSÃO IMPRESSA

Onde o dinheiro está?

2018-03-01 01:30:00

FÁCIL deduzir por qual razão a Copa do Brasil, antes tão desacreditada, caiu na graça do torcedor, passando a perna até mesmo na Copa do Nordeste, que era a prioridade e menina dos olhos do Ceará. Deixou de ser faz tempo.


RAZÃO, claro, salta aos olhos. Ou, mais precisamente, em direção a ela o Ceará arregala os olhos. Precisamente lá, antes dessa decisão que começou ontem à noite com o Atlético Paranaense, que o Alvinegro concentra suas atenções.


NÃO está errado. Absolutamente certo. Com o que faturou até agora, conseguiu mais do que o Nordestão, que aumentou preço das cotas, mas não aumentou a motivação da torcida.


SIMPLES ser entendido. Tracemos o parâmetro. O que pro torcedor vale ver em ação, partida contra o CRB ou Salgueiro ou ver diante de si o poderio do Atlético Paranaense, agora que a competição entrou na ciranda do frenético mata-mata? A resposta é demasiadamente óbvia.


NESTA fase de afunilamento, é pra lá que o dinheiro está indo. Então, resta segui-lo. De duas, uma. Ou o Ceará encontrará o mapa da mina ou então com a turma do Ali Babá...


TROCO DO APITO


REPRESÁLIA dos árbitros locais, contra a atitude do Fortaleza em mandar buscar quarteto de fora, veio nas buchas.

A partir de agora, decidiram não apitar mais jogos do Tricolor. Por acaso vale a partir de hoje? Gaiatice. Tipo da ameaça que entra pro anedotário do Jeca Tatu...


SONHO DOURADO


... FERROVIÁRIO, a exemplo do Ceará, experimenta o sonho dourado de ganhar ainda mais dinheiro na Copa do Brasil.


... AQUELE lance do destino, que só acontecerá daqui a 100 anos, contra o Sport, encheu-lhe as burras de ouro.


... NUNCA em sua existência Ferrão ganhou tanto dinheiro, nem ao menos sonhou. Gostou tanto que quer ir em frente.


... VILA Nova, adversário de ontem e da próxima quarta, diante do poderio do Sport, é fichinha. Com devido respeito.


... SE a sorte ajudar, já-já o Ferrão acerta na mega-sena.


O PRIMO POBRE


COISAS do destino. Enquanto Ceará e Ferroviário desfrutam das benesses financeiras da Copa do Brasil, o Fortaleza terá que se contentar com o Estadual de rendas ridículas.


DIANTE da Copa do Brasil, grana rolando solta, e de permeio o Nordestão, de cotas apetitosas, o Tricolor surfa nas águas rasas do primo pobre do nosso campeonato.


TUDO isso fruto da herança maldita deixada pela diretoria anterior, que fez o Fortaleza perder todas as competições disputadas, salvando-se da maldição da Série C. Graças a um anjo que caiu do céu. Hosanas nas alturas.


HOJE à noite, contra o Iguatu, entra de cara no chamado hexagonal de campeonato tão sem graças e tão Quasímodo, a cara de quem o pariu. Como ao Fortaleza é só o que resta, que trate logo de ganhar do surpreendente Iguatu. Detalhe: o título de campeão está (quase) na obrigação de ganhar.



Gabrielle Zaranza

TAGS