PUBLICIDADE
VERSÃO IMPRESSA

Finanças bem, futebol não

2017-04-13 01:30:00
FERROVIÁRIO NUNCA QUIS ÁRBITRO FIFA

ROBINSON de Castro seria um presidente completo, se o futebol, qual finanças, estivesse em céu de brigadeiro. Ninguém é perfeito.


APROVAÇÃO de suas contas só vem demonstrar zelo que tem neste segmento tão nevrálgico, onde qualquer vacilo é fatal.


OU se pisa no chão da realidade, ou se atola em areia movediça pra nunca mais sair. Balancete, dos últimos dois anos, foi um primor.


FUTEBOL ruim não é por falta de investimento. Mas o futebol tem seus atalhos traiçoeiros, onde nem sempre se acerta no alvo certo.


PRESIDENTE, tipo Robinson, zeloso em finanças, só conheci Antônio Góis, um dos três melhores da história. Sua palavra não precisava de aval.


OS que vieram depois foram desastrosos, até chegar a vez da dupla Evandro-Robinson, pra recolocar o Ceará nos trilhos.


PÓ DE MICO

. FERROVIÁRIO nunca quis árbitro Fifa pra decisão com o Fortaleza. Se quisesse, não teria deixado passar o prazo.

 

. WALMIR Araújo jogou pra plateia. Encheu de expectativa sua torcida, botou pó de mico no salão e saiu de perto.


. CHEGOU a criar aquela história de correr a bacia, que nunca existiu. Também não passou de falácia.


. HÁ quem diga que Mauro Carmélio fez sua cabeça pra não entrar nessa, nem pegar corda do Mesquitinha.


. PREFIRO não acreditar. O que Carmélio prometeu foi que mandaria escalar árbitros para o fundo dos gols.


. VENDO tudo de camarote, o Fortaleza não deu um pio. Afinal, a cota não sairia do seu cofre.


. INTIMAMENTE gostou da desistência. Pudera. Dois clássicos, só quem saiu prejudicado pelo apito local foi o Ferrão.


DISSE QUE DISSE

MUDANÇA óbvia. Sai Richardson, entra Jackson Caucaia. Ousar não é com Givanildo /// FORTALEZA voltou a treinar no estádio do Uniclinic, cujos ventos são reimosos /// POÇO até aqui de mágoa com o Fortaleza, Jorge Veras não vê a hora de ir à forra. Jorge foi o maior colecionador de títulos nas equipes de base /// PORQUE Givanildo não dá vez a jogador de base se Rafinha é melhor que qualquer um ali na meia? Pronta resposta: ele odeia jogador de base.


SEGUNDO jogo do Ceará com o Guarani, seja qual for o placar, haverá o terceiro. Pra atrair sua torcida, Vovô podia tabelar preço único de R$ 10. Preferiu embolar o meio-campo com a tal de Timemania que ninguém entende. Nem torcedor leva a sério

ALAN NETO

TAGS