PUBLICIDADE
VERSÃO IMPRESSA

Confidências & inconfidências

2017-02-03 01:30:00
NULL
NULL
INSTALOU-SE A CULTURA DAS VAIAS

CORRIDA por Zé Carlos empreendida nos bastidores entre Ceará e Fortaleza, o Tricolor ganhou a parada, leilão à parte é outra história.


MESMO Robinson de Castro insistindo em dizer que ao Ceará não interessava, blefou até onde conseguiu com argumentos vazios.


UM deles, perdida a corrida, é a de que a vida extra-campo do atacante não recomendava. Desculpa amarela.


DIGAMOS que mesmo que seja, ao torcedor não interessava este aspecto, posto que ele quer alguém que venha e resolva o problema.


ZÉ Carlos, o Zé do Gol, resolverá, por acaso? Pelo sim, pelo não, por onde passou deixou sua implacável marca de goleador.


CEARÁ carece de goleador, que no elenco não tem. Zé Carlos era a opção mais viável. Perder a corrida pro maior rival torcedor não perdoa.


GRANDE João Saldanha, numa de suas tiradas geniais repetia ”jogador puro, sem pecado, o Carmelo tá cheio”. Com o devido respeito...


A CULTURA DAS VAIAS

. POR qual motivo esconder o que é tão óbvio? Como assim? A cultura das vaias instalou-se no futebol cearense.

 

. COMEÇOU no Fortaleza, desde a 1ª rodada. Agora, chegou a vez da torcida do Ceará entrar na dança.


. CONTRA o Tiradentes, visível descontentamento dos torcedores levou a apelar pra vaias em profusão.


. ALVO preferido, Felipe Menezes, com aquele futebol modorrento, sem criatividade. Depois, o time todo.


. CEARÁ levante a mão pro céu não ter perdido pro Tiradentes, por pecar demasiadamente nas conclusões.


. TIME comandado por Sérgio Alves agrediu o tempo todo, buscou o gol, jogou pra frente, dá gosto vê-lo atuar.


. ERA este modelo que o torcedor alvinegro queria ver. não o da burocracia e improdutividade. E tome vaia.


PONTA-DE-LANÇA

SÉRGIO Alves ficou vermelho de emoção ao ler a faixa levada pela torcida do Ceará - “Obrigado, carrasco” /// E O TÉCNICO Dal Pozzo, hein! Foi brindado com os primeiros gritos de “burro, burro” /// DA nova safra de jogadores do Ceará, este Tontini pode ser ótima surpresa /// VALDIR Papel vai morrer perdendo gols fáceis. Contra o Ceará, no mínimo três /// QUE os outros árbitros aprendam com Wladyerisson Oliveira. Apita simples, sem se blindar em cartões, sem firula, deixa o jogo correr. Taí, gostei.


FORTALEZA

goleou (4 a 0) o Maranguape sem problemas. Tricolor reabilitou-se amplamente diante de um adversário fraco. Lúcio Flávio, marcou dois gols. Por coincidência na noite em que Zé Carlos, que o fará sombra, foi apresentado. Sinta-se homenageado 

ALAN NETO

TAGS