PUBLICIDADE
VERSÃO IMPRESSA

Depois das vaias, aplausos

2017-01-23 01:30:00
NULL
NULL
TRICOLOR VENCE PRIMEIRO CLÁSSICO

TEMIA-SE por uma pelada no primeiro clássico do ano. Fortaleza vinha de dois jogos debaixo de vaiais. Ceara ainda se arrumando. Pra completar a precipitação de marcar o clássico com o campeonato ainda nas fraldas.


A RIGOR não foi um grande jogo, mas também não foi tão ruim. Valeu, por exemplo, pelo golaço por cobertura feito pelo meia Gabriel Pereira. Ele está se especializando em marcar gols bonitos. Foi assim na estreia e o de ontem, que deu a vitória (1x0) ao Tricolor, uma pintura. Golaço que salvou o clássico.


GANHOU então o melhor? O menos ruim, digamos assim. Como as vaias iniciais fizeram bem ao Fortaleza, embora em clássico a história seja outra bem diferente. Há toda uma tradição e rivalidade que nessas ocasiões pesam positivamente


LEVE-SE em conta que duas equipes ainda arrumando suas linhas, seria exigir demais afora aquilo que apresentaram no Castelão. Há visível desentrosamento tanto de um lado quanto do outro o que não impediu que fosse um jogo intenso, pegado, recheado de jogadas viris e cartões em profusões.


A VITÓRIA deverá provocar vinda de novos ares no Pici. Trocar vaias por aplausos já faz a diferença. Derrota para o Ceará, podem ter certeza, as pressões começarão a pipocar. em Porangabuçu. Aliás, com toda razão.


OLHO CLÍNICO

. O GOL de Gabriel Pereira contou com ajuda do goleiro Éverson. Sair do gol dando tapinha pra entrada da área facilita quem está na boca de espera.

 

. O ESTREANTE Lúcio Flávio pode não ser esses balaios todos. Mas pelo menos joga enfiado. E o Ceará que nem isso tem?


. O JOGADOR que provoca expulsão, tipo Lelê, devia ser multado. Em camp, o menos ruim dos alvinegros.


. O VACARIA teve uma função específica, colar em Magno Alves. Colou e o Magnata pouco fez que saiu pra entrar Alex Amado e nada foi a mesma coisa.


. O JOGADORES desconhecidos, muitos deles se viam pela primeira vez, transformou o clássico numa torre de babel.


PONTA DE LANÇA

RODRIGO Andrade agora é o faz tudo no Fortaleza. Longe de ser um Corrêa, mais longe ainda de ser um Pio /// ENTRE os salvados do incendio no Ceará, salvou-se Felipe Menezes /// FORTALEZA precisa o quanto antes de um meia pra encostar no Lúcio Flávio. Este Juninho Potiguar é ruim de doer até as pálpedras...


EMPATE do Ferrão com o Guarani, no Romeirão, acabou sendo bom negócio. Manteve-se invicto. Lá dentro não é fácil dobrar o rubro-negro. Marcelo Vilar trocou a ousadia pela precaução e se deu bem. Erandir outra vez a grande figura do jogo além do goleiro Mauro. Maxuell desta vez não marcou mas deu muito trabalho. Ele faz toda diferença.


Por Alan Neto

TAGS