PUBLICIDADE
VERSÃO IMPRESSA

Alimentação ajuda na recuperação muscular

ciy_ncia_e_say_de

21/01/2019 01:30:00

Adotar uma rotina alimentar correta é outra forma de amenizar e auxiliar na recuperação das dores, o que ainda pode resultar em uma potencialização da performance. Segundo a nutricionista esportiva Andressa Fortes, alguns alimentos possuem substâncias que aceleram o processo de recuperação.

 

"Principalmente as antocianinas - antioxidantes - que estão presentes nos vegetais, em frutas e verduras de cor vermelha ou arroxeadas, principalmente, como açaí, as berry - framboesa, mirtilo, morango -, beterraba, melancia. O cafezinho, a cafeína também ajuda", complementa Andressa.

 

A nutricionista explica que essas substâncias possuem ação anti-inflamatória e antioxidante na musculatura, em menor grau se comparadas a remédios. 

 

Contudo, recorrer a medicamentos não é o indicado, uma vez que estes podem comprometer a evolução natural do corpo na realização dos exercícios.

 

"É comum que algumas pessoas treinem e tomem medicamento (para aliviar as dores). Só que isso inibe a adaptação natural do treino. A ideia é você treinar, sentir a dor, para se recuperar e evoluir. Quando toma medicamento, você corta a evolução natural", frisa Andressa.

 

Além da intensidade dos treinos, alguns alimentos podem corroborar para uma acidose metabólica, ou seja, uma alteração do ph sanguíneo, deixando-o mais ácido. A exemplo: excesso de proteína animal, açúcar, corantes, conservantes, sal, alimentos embutidos. Todavia, a nutricionista indica que alguns alimentos com função alcalinizadora podem ser aliados na modulação dessa condição, como lentilha, tangerina, sal marinho, abacaxi, framboesa, ameixa umeboshi, batata doce, inhame, brócolis e semente de abóbora.

 

Suplementação com beta-alanina e bicarbonato de sódio também podem ajudar, mas o indicado é sempre buscar um profissional nutricionista para recomendar a melhor dieta de acordo com os objetivos e as necessidades particulares de cada indivíduo.

TAGS