PUBLICIDADE
Jornal

Um pé na saúde e outro na folia

Fortaleza, CE, Brasil, 02-02-2019: Bloco Baqueta anima o público no pré carnaval de Fortaleza. (Foto: Mateus Dantas / O Povo)
Fortaleza, CE, Brasil, 02-02-2019: Bloco Baqueta anima o público no pré carnaval de Fortaleza. (Foto: Mateus Dantas / O Povo)

Os dias de folia do Carnaval já começaram! Há alguns finais de semana a cidade já respira alegria! Mas a festa se intensificará de 1º a 6 de março, com diversões nos blocos de rua e desfiles. Para curtir os dias do reinado de momo, entram em cena fantasias, maquiagem, muito brilho e quase sempre o salto alto, símbolo da sensualidade feminina. No entanto, o uso desse tipo de calçado pode trazer alguns riscos.

Os saltos altos e os calçados apertados tornam-se contraindicados, em virtude do risco de lesões, que podem surgir em função da sobrecarga muito elevada no antepé, podendo causar dores na parte frontal do pé, mais exatamente na zona dos dedos, o que chamamos cientificamente de metatarsalgias.

Consideramos ainda o alto risco de lesões por entorse do tornozelo e joelho, em virtude do uso do salto alto. Esse risco passa a ser maior para aquelas pessoas que apresentam desequilíbrio por não estarem acostumadas a usar o salto no seu dia a dia. Essas lesões e dores podem se agravar e atingir a coluna e refletir em danos posturais.

As piores escolhas estão no uso de chinelos de borracha e as rasteirinhas, pois não oferecem nenhum apoio ao calcanhar, o que favorece forçar ainda mais os joelhos, além de deixarem l pé exposto. Os saltos agulhas e de bico fino estão nessa lista de desaconselhados, por impossibilitarem que o peso do corpo seja distribuído de maneira uniforme para os pés, propiciando dores na coluna lombar e aumentando a propensão a desenvolver tendinites e fascites nos pés.

As festas de Carnaval exigem muito dos foliões, que caminham, dançam e pulam, por isso o calçado mais indicado é o tênis, principalmente o modelo de academia, por ser mais maleável, e assim consegue fazer uma pisada parecida com a natural, sem exigir força do usuário. Além disso, é um calçado fechado, protegendo o pé de derrapadas, sujeiras e riscos de machucados, resultado de pisadas e cacos de vidro na pista. O folião deverá por um o modelo de tênis que possua uma pisada anatômica, confortável e com amortecedores.

Para quem não desce do salto de jeito nenhum, a orientação é usar modelos mais baixos, com cerca de 3,5 a 4,5 centímetros de salto. Os modelo anabela são os mais recomendados, pois distribuem melhor o peso do corpo sobre os pés e são mais largos, garantindo segurança, sustentação e conforto.

Se o salto for parte fundamental da fantasia é importante conferir como está o solado do sapato para evitar derrapadas, além de consumir bebida alcoólica com moderação, pois o consumo exagerado altera o senso de equilíbrio.

Por XXXX XXXX

TAGS