PUBLICIDADE
VERSÃO IMPRESSA

Complexo educacional irá atender comunidade do Parque Araturi

|Caucaia| Parceria entre o Instituto Myra Eliane, prefeitura de Caucaia e outras instituições, o equipamento oferece escola, capacitação profissional, atividades esportivas e culturais

06/07/2019 02:35:56
Complexo
Complexo (Foto: Divulgação)

As possibilidades para Camila Araújo, 27, com o Complexo Educacional Myra Eliane, inaugurado na manhã de ontem, no bairro Araturi, em Caucaia, são ampliadas. A auxiliar de sala de aula trabalha no Centro de Educação Infantil Olga & Parsifal Barroso, dentro do Centro, que funciona desde o início do ano. A filha, Ana Louise, 3, está matriculada na escola em tempo integral, o que possibilita que a mãe exerça a profissão. "Aqui desenvolve mais que só o conteúdo. São muitas potencialidades, a vila, a horta, campo de areia. Ainda tem merenda, almoço e jantar", comemora.

 A unidade foi construída no Parque Araturi por meio de uma parceria entre o Instituto Myra Eliane e a Prefeitura Municipal de Caucaia, numa área de 17 mil metros quadrados. Lá, o equipamento conta, além da escola, com o Centro de Formação Yolanda e Edson Queiroz; o Centro de Arte e Cultura Índio Kanindé; e Centro Desportivo Igor Barroso. O investimento foi de cerca de R$ 12 milhões, tanto na estrutura quanto nos equipamentos. A prefeitura de Caucaia concedeu o terreno.

"Tudo é possível fazer quando o poder público se une ao poder privado. Existe, com essa parceria, a grande oportunidade de realizar para o bem para a comunidade e para a sociedade", afirma o presidente do Instituto Myra Eliane, Igor Barroso Queiroz. A unidade conta com uma vila, uma horta, pista de recreação, playground, campo de areia, salas temáticas, área administrativa e banheiros. Também foi construída uma areninha e a capacitação profissional acontece em uma parceria com a Universidade de Fortaleza (Unifor) e a Universidade Federal do Ceará (UFC).

O CEI Olga & Parsifal Barroso é maior Centro de Educação Infantil de Caucaia e está em funcionamento desde o mês de março, com atendimento de cerca de 450 crianças, na faixa etária entre dois e cinco anos e 11 meses, em período integral.

O Complexo Educacional vai estar aberto para a comunidade. Por meio do Centro de Formação Yolanda e Edson Queiroz, jovens e adultos terão acesso a cursos voltados para o mercado de trabalho. Já o Centro de Arte e Cultura Índio Kanindé será um local de contato direto com a histórias dos povos indígenas tradicionais, aberto para sediar exposições, eventos, reuniões e demais manifestações culturais.

Durante a inauguração, o governador Camilo Santana afirmou que estuda a possibilidade de conceder bolsas de estudo para os jovens se capacitarem ou voltarem a estudar. "Em todo o País, temos o fenômeno dos jovens nem-nem, que nem estudam, nem trabalham. Essa bolsa é um incentivo para que eles entrem no mercado de trabalho, com a formação", anunciou o chefe do executivo estadual.

Prefeito de Caucaia, Naomi Amorim destaca que sem o apoio do Instituto não seria possível para a cidade criar um centro como aquele. Liderança indígena do povo Tapeba, Weber Tapeba conta que o município possui uma diversidade de povos indígenas, quilombolas, ciganos e esse complexo deve representar as diversas identidades presentes em Caucaia. "Recebemos com alegria esse Centro. A educação é uma das formas mais eficazes de reduzir as desigualdades e promover o respeito a todos os povos", diz.

Neste sábado, 6, às 7 horas, será inaugurado o Centro Desportivo Igor Barroso, com a realização do Torneio Igor Barroso de Futebol 7 Society Feminino e Masculino. Quatro equipes femininas e oito masculinas disputam o título de campeão.

Clique na imagem para abrir a galeria

ANGÉLICA FEITOSA