PUBLICIDADE
Jornal
VERSÃO IMPRESSA

Recuperação de vias está em 48% de execução, diz Prefeitura

|Pavimentação| Segundo a Secretaria da Conservação e Serviços Públicos (SCSP), a Prefeitura se comprometeu a recuperar estruturalmente 750 mil m² de vias públicas

18/06/2019 01:32:40
ASFALTO NO CRUZAMENTO da rua Tibúrcio Cavalcante com av. Abolição ainda tem rachaduras e trânsito no local está interditado
ASFALTO NO CRUZAMENTO da rua Tibúrcio Cavalcante com av. Abolição ainda tem rachaduras e trânsito no local está interditado (Foto: Fabio Lima)

Continua rachado o asfalto da rua Tibúrcio Cavalcante, esquina com a avenida Abolição. Em meio a uma chuvarada na madrugada do último dia 12 de junho, parte do chão, no local, se abriu. Exatamente numa área onde estavam sendo executadas obras de drenagem pela Prefeitura de Fortaleza. Entretanto, embora as precipitações tenham contribuído para o desgaste da pavimentação, não são elas as responsáveis pela constante abertura de crateras na Cidade.

É sabido que rede insuficiente de drenagem, serviços mal executados de pavimentação e uso de misturas asfálticas de qualidade baixa comprometem a durabilidade do asfalto. "Serviços de tapa-buraco são medidas corretivas, mas que não corrigem, propriamente, os defeitos de pavimentação, que são problemas de caráter estrutural", explicou o professor Heber Oliveira, do Departamento de Engenharia de Transportes da Universidade Federal do Ceará (UFC).

Segundo a Secretaria da Conservação e Serviços Públicos (SCSP), a Prefeitura se comprometeu a recuperar estruturalmente 750 mil metros quadrados de vias públicas neste ano. Em nota, a pasta afirmou que, até ontem, praticamente 48% desse serviço já teria sido feito. Contudo, o órgão não informou exatamente os locais onde foram executados os reparos. Resumiu: "Em todas as regionais, contemplando 250 vias (algumas em diversos pontos).

O único detalhe dado pela SCSP foi que, no período chuvoso, as prioridades de recuperação de pavimento têm sido em bairros das regionais 1, 5 e 6, principalmente em corredores exclusivos de ônibus, ruas secundárias e outras vias com binários, ciclovias e ciclofaixas.

Especificamente sobre o buraco na rua Tibúrcio Cavalcante, a SCSP informou que equipes da Secretaria da Infraestrutura (Seinf) permanecem executando os serviços de drenagem. Disse, também, que, por consequência, a rua deve continuar bloqueada até o fim desta semana.

O professor Heber Oliveira, da UFC, ponderou que períodos chuvosos como os que ainda estamos vivendo não são adequados para a execução de obras de pavimentação. Muito porque as chuvas "costumam carregar material granular", ou seja, solo, deixando a camada asfáltica sem sustentação e, por consequência, com tendência a afundamentos. "Se tivesse um sistema de gerência de pavimentos, em que tivesse uma prática de manutenção da pavimentação, a chuva não seria um fator contribuinte pra ocorrência (de buracos)", concluiu.

SERVIÇO

Contatos

A recuperação de vias pode ser solicitada pelo número 156 ou pelo telefone da secretaria regional responsável pelo seu bairro.

Ouvidorias

Regional Centro: 3226-5059

Regional 1: 3433-6875

Regional 2: 3241-4802

Regional 3: 3433-2519

Regional 4: 3433-2862

Regional 5: 3433-2929

Regional 6: 3488-3124

Luana Severo