PUBLICIDADE
Jornal

Em Sobral, três homens são executados em casa

| Região Norte do Estado | Este é o segundo registro de triplo homicídio numa residência este ano no Ceará

23/03/2019 02:17:46
Policiais investigam circunstâncias do crime em Sobral
Policiais investigam circunstâncias do crime em Sobral (Foto: Via WhatsApp O POVO)

Três pessoas foram assassinadas em um casa localizada no bairro Sumaré, em Sobral (a 222 quilômetros da Capital). O caso ocorreu na rua Ferroviário, na madrugada de ontem. Em nota, a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) identificou as vítimas como Bruno Sousa e Silva, de 22 anos; Mário Ferreira Alves, de 19 anos; e Ricardo Lopes Cunha, de 19 anos.

A nota da secretaria ainda destaca que, entre as vítimas, apenas Ricardo não tinha antecedentes criminais. Bruno tinha passagem na Polícia por porte ilegal de arma de fogo, violação de domicílio e roubo a pessoa. Já Mário tinha antecedentes criminais por porte ilegal de arma de fogo, tráfico de drogas e receptação. Moradores das proximidades do imóvel onde ocorreu o triplo homicídio afirmaram a veículos de comunicação locais que ouviram cerca de 50 tiros.

Até o fechamento desta página, nenhum suspeito havia sido preso. A SSPDS afirmou que o Núcleo de Homicídios de Sobral, da Polícia Civil, apura o caso. A pasta ainda ressaltou, também na nota, que a população pode colaborar com a investigação policial através de denúncias anônimas no número (88) 99261 3471, no qual funciona o WhatsApp do Núcleo de Homicídios de Sobral.

Foi o segundo triplo homicídio registrado este ano no Ceará. Em 31 de janeiro, pai, mãe e filho foram assassinados em uma casa no bairro Jacarecanga, em Fortaleza. As vítimas foram Francisco Adriano do Nascimento Gregório, de 37 anos; Janaína Carneiro da Silva, de 32 anos; e Anderson Mendes do Nascimento, de 18 anos. Nas paredes da residência onde ocorreu esse crime, foram deixadas pichações em referência a uma facção criminosa.

Neste ano, Sobral já teve registros de 12 Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLIs), conforme dados ainda não consolidados da Secretaria da Segurança Pública. No mesmo período do ano passado, foram 18 CVLIs — redução de 33%.

Até o dia 20 último, o Estado já havia registrado 124 assassinatos neste mês de março. No mesmo período do ano passado, 286 CVLIs já haviam sido registrados, o que significa uma redução de 56% no número desse tipo de crime.

Confirmada a tendência, seria o 12º mês consecutivo de redução de CVLIs no Ceará na comparação com o ano anterior, conforme a SSPDS.

Este ano, já foram registrados 479 assassinatos no Ceará, de acordo com dados registrados pela secretaria.

 

Lucas Barbosa