PUBLICIDADE
Jornal
Av. Alberto Craveiro

Mesmo após horas sem chuvas, alagamento atrapalha tráfego

| Av. Alberto Craveiro | Água não escoou e deixou lenta a passagem no trecho próximo ao Makro

TRÂNSITO congestionado e pontos 
de ônibus alagados na manhã de ontem
TRÂNSITO congestionado e pontos de ônibus alagados na manhã de ontem

Foi pouco significativa a chuva registrada ontem em Fortaleza. Conforme dados parciais da Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme), a Capital não ficou entre as dez cidades com precipitações mais intensas no intervalo entre as 7 horas da manhã de domingo e o mesmo horário de ontem. O município onde mais choveu foi Jaguaruana, com 69 milímetros (mm). Porém, na avenida Alberto Craveiro, às 11h30min da manhã, um trecho alagado deixava o trânsito lento.

No trecho da via, próximo ao Makro, onde é feita a ligação com a avenida Raul Barbosa e com a BR-116, a água encobriu calçadas. Desde o fim de semana, quando caiu a maior do chuva do ano na Capital, com 120,3 mm, parte da avenida ficou com alto volume de água. E o escoamento não se concluiu, mesmo depois de horas sem novos eventos de chuva.

Os motoristas tinham dificuldade para passar no trecho, causando engarrafamento. A situação é recorrente, segundo relatos de pedestres. Quem precisava pegar ônibus no local também foi prejudicado, pois, pelo nível da água, não havia como chegar até o transporte sem se molhar. Motociclistas tentavam rotas alternativas ou subiam pelas calçadas.

No bairro Aerolândia, no início da manhã, quem passava pela avenida Governador Raul Barbosa encontrava congestionamento. Motoristas relataram não ter como fazer desvios, já que as ruas secundárias do bairro também estavam alagadas a ponto de impedir a passagem dos carros.

A previsão da Funceme aponta redução no acumulado de precipitações até amanhã, apesar do indicativo de "nebulosidade variável com eventos de chuva em todas as regiões".

 

nome