PUBLICIDADE
Jornal

VERSÃO IMPRESSA

Obras da transposição para o CE devem ficar prontas até o fim deste ano

Trecho Salgueiro-Jati será inaugurado em 20 de dezembro, segundo ministro da Integração Nacional, que visitou obras ao lado de Eunício Oliveira e Camilo Santana

21/11/2018 01:30:00
NULL
NULL (Foto: )
[FOTO1]

Em 20 de dezembro, será inaugurado o trecho Salgueiro-Jati da transposição do Rio São Francisco. Dessa forma, as águas devem chegar ao Ceará até o fim de fevereiro de 2019. As informações foram prestadas em primeira mão pelo presidente do Congresso Nacional, o senador Eunício Oliveira (MDB), em entrevista durante a inauguração da Rádio O POVO CBN Cariri, na manhã de ontem. Posteriormente, o governador Camilo Santana (PT) e o ministro da Integração Nacional, Pádua Andrade, confirmaram a informação.

 

Os três estiveram ontem em Salgueiro (PE), onde está o trecho restante do Eixo Norte das intervenções para a transposição. O ministro afirmou que 97% das obras do segmento estão concluídas: "Todas as grandes estruturas para condução da água aos estados beneficiados estão prontas: estações elevatórias, túneis e aquedutos, dentre outras". Em 12 de novembro último, durante reunião da Câmara Temática Água e Desenvolvimento (CT Água) Ceará, representante do ministério afirmou que vazamento em um dique de uma estação de bombeamento do trecho atrasaria a entrega da obra. Com isso, o bombeamento só seria retomado entre janeiro e fevereiro do ano que vem, fazendo com que as águas só chegassem ao Estado no fim do semestre.

 

Por meio de assessoria de imprensa, o Ministério da Integração Nacional afirmou que o vazamento está sendo reparado por meio de injeções de argamassa de concreto. "A construtora garantiu que concluiria o trecho do dique e que, automaticamente, poderia começar o bombeamento de Salgueiro para o Ceará", afirmou o governador Camilo Santana ao jornalista Farias Júnior, da Rádio O POVO CBN Cariri. "É uma ação importante, pois caso ocorra um inverno ruim no ano que vem, a gente tem a segurança de que teremos água para a região do Cariri, do Jaguaribe e, consequentemente, da Região Metropolitana de Fortaleza, que é a mais densa do Ceará e a que mais nos preocupa".

 

"Essa obra é esperada há 162 anos", disse Eunício sobre a transposição.

Em Jati, as águas se integram ao Cinturão das Águas e seguem até o açude Castanhão. O ministro, o governador e o senador também visitaram as obras na cidade do Cariri cearense. À O POVO CBN Cariri, o governador do Estado lembrou que o primeiro trecho do Cinturão, que vai de Jati à região de Brejo Santo já está pronto. "Essa água do São Francisco vai vir desse primeiro trecho do Cinturão e vai ser jogada no Riacho Seco, em Missão Velha, com destino ao Castanhão. E já estamos em obra nos próximos trechos, que pegam o restante de Missão Velha, Barbalha, Crato, até Nova Olinda".

 

A expectativa, conforme Camilo, é de que já no próximo ano estejam concluídos os 150 km de canais do Trecho I do Cinturão das Águas. 

 

Números

 

60 dias é o intervalo estimado para a chegada das águas após conclusão da obra

 

PASSO A PASSO ATÉ A CHEGADA DAS ÁGUAS

 

A última estação de bombeamento do Projeto de Integração do Rio São Francisco, a EBI 3 foi acionada em agosto último.

 

A estação bombeia águas do reservatório de Salgueiro (PE), vinda de Cabrobó (PE), de onde são captadas do São Francisco.

 

De lá, seguem, por meio da gravidade, até Jati (CE).

 

O Processo para chegada das águas, após conclusão do trecho, deve durar 60 dias.

 

É preciso esperar que os reservatórios encham até o abastecimento chegar ao Estado.

 

As Águas do São Francisco se integram ao Cinturão das Águas.

 

Pela obra chegarão ao Riacho Seco e, consequentemente, ao Castanhão, atendendo à Grande Fortaleza.

 

Lucas Barbosa

TAGS