PUBLICIDADE
Jornal
VERSÃO IMPRESSA

Obras para duplicação da CE-025 estão previstas para fevereiro

| PORTO DAS DUNAS | Em função dos impactos ambientais, a melhoria na via que leva a praias de Aquiraz é alvo de estudos

19/04/2019 03:57:15
?CE-025, em Aquiraz, será duplicada em trecho que impacta sobre área de dunas
?CE-025, em Aquiraz, será duplicada em trecho que impacta sobre área de dunas (Foto: Mauri Melo)

Está prevista para fevereiro de 2019 o início da duplicação da rodovia estadual CE-025, que liga Fortaleza ao Porto das Dunas, em Aquiraz. A melhoria viária tem intuito de facilitar o acesso e o tráfego na região. Canteiro central e calçadas também estão no plano da obra da plataforma rodoviária.

?A expectativa da data de início é do Departamento Estadual de Rodovias - DER e foi divulgada durante audiência pública com a Superintendência Estadual do Meio Ambiente - Semace, na manhã de ontem. Na ocasião, representantes dos órgãos apresentaram o estudo de impacto ambiental e projeto da obra, que depende de liberação da Semace.

"O relatório para correção dos impactos ambientais foi elaborado e já está na Semace. A intenção é reduzir os impactos e não deixar entulho, refazer plantações, entre outros", explica o diretor de obras do DER, Quirino Ponte.

Ele ressalta a preocupação com as dunas do local, que devem sofrer os maiores impactos com a obra. "Estamos tentando minimizar os impactos com estudos para que não tenha influência na duna. Por exemplo, a obra não vai pra cima da duna fixa", pondera. A intenção é não ultrapassar o limite de desmatamento permitida pela Semace com a obra, conforme foi dito durante a audiência.

O investimento de aproximadamente R$ 18 milhões promete facilitar o acesso para moradores e turistas da região, principalmente nos períodos de estação alta. "Nosso estado é muito turístico, e a busca pelo Porto das Dunas é contínua e crescente, o que fez com que o Governo planejasse melhorias viárias para a região", explica Quirino.

A CE-025 é um importante acesso a praias da Região Metropolitana de Fortaleza além do Porto das Dunas, como a Praia do Japão e a Prainha. O período da obra deve ser de 450 dias.

Agora, o projeto será analisado pela Semace em nova audiência pública no dia 6 de dezembro para liberação da licença ambiental. Após isso, a companhia Enel deve iniciar a remoção dos postes da via para início das obras. Os equipamentos devem ser realocados para o canteiro central.

Gabrielle Zaranza